Como podem ver estou fazendo algumas mudanças no fórum, por isso pode ficar um pouco instável ou bagudo ate que corrija todos os erros
Parceiros
Os membros mais ativos do mês
2 Mensagens - 100%
Carregando...

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Usuário Nível 1
Usuário Nível 1
Mensagens : 127
Reputação : 5
Ver perfil do usuário

Utilização das estruturas de roteiro Em um mangá e HQ(elementos de uma página)

em 24/8/2012, 3:49 am
ÍNDICE

1º NAMES.
2º RAFE
3º MANUSCRITO.
4º ELEMENTOS E MATERIAIS DE UMA PÁGINA.
5º QUADRINHO DE IMPACTO
6º KNOW HOW
7º DICAS



1º NAMES.
(mas utilizados em mangá)
Names são rascunhos das páginas q o artista ou mangaká faz antes de fazer as páginas de um mangá.
Para fazer os names não e preciso ter habilidade em desenho,. Pois os desenhos normalmente são apenas esboços das páginas e elementos.
Muitas vezes o artista prefere colocar também o cenário, apesar de não ser necessário.
Então surge a pergunta por não fazer logo de uma fez as páginas do mangá ou HQ?
Simplesmente por q assim fica mais fácil de saber se tem algo pra melhorar ou não quando transpuser o roteiro pro mangá.
Quanto mais acostumado o artista está com os names, mais rápido ele consegue ver erros q muitas vezes passam despercebido em uma página já finalizada.



Atenção
Casso o artista não faça os names ele corre o risco de acabar fazendo com seu mangá vire um tédio visual.
Assim parece q o roteiro não se encaixa devidamente.
Uma coisa que tem q estar em perfeita harmonia são os desenhos das páginas com o roteiro. Esse é um dos elementos de criação de um mangá que tem que ser levado a serio pelo fato de ser um ponto profissional e ajudar muito a melhorar seu trabalho.

Os names são justamente para ajudar o artista a dar uma dinâmica para as páginas conforme o roteiro.
Names são também muito confundidos com rafes pelo fato de serem parecidos.


2º RAFE
(mas utilizados em HQ)
Muitos artistas brasileiros utilizam da rafe antes de fazer as páginas de um HQ ou até mesmo de um mangá.
Umas das perguntas freqüentes é qual a diferença da rafe para os names?
Parece peculiar mas quando comparamos ambos são quase q totalmente diferentes.
Então vamos as diferenças.


1º Ao contrario dos names que são desenhados para melhorar a dinâmica e o transposição do roteiro, a rafe é feita com a finalidade de criar os elementos da pagina e os organizar.

2º As rafes são feitas em quatro níveis sendo que três delas é a página a ser feita.

NÍVEIS DA RAFE

Nível 1, Elementos: é quando e feito os desenhos de objetos, personagens e
até o cenário da página.
Nesse nível não precisamos nos preocupar com organização ou com fazer o desenho com perfeição.
Nível 2, Organização: é quando pegamos tudo q desenhamos e passamos para outra
folha de forma q definimos a diagramação sangria e onde ficara cada desenho feito.
Nesse nível não devemos nos preocupar com a finalização ou com efeitos.
O desenho muitas vezes sai com falhas que é típico desse nível.

Nível 3, Aperfeiçoando: ainda na mesma página do nível 2 devemos aperfeiçoar de forma que limpe todos os erros. É nesse nível que em que começamos a definir o traço para caminhar para os efeitos como linhas de movimentos, balões, etc.

Nível 4, página completa: ainda com a página do nível 2 e 3, a finalização da página deve ser feita introduzindo os efeitos e reticulas para finalizar.
Tudo o cenário a página é aperfeiçoado para ficar o mais limpo e bem trabalhado possível.
É nesse nível q colocamos os textos nos balões.

Apesar de existir vários níveis, nada impede você de criar ou diminuir esses níveis.
a rafe tem a finalidade de melhorar o desempenho da criação em quadrinhos.
De forma que o resultado fica bem profissional quando temos um grupo onde cada um pega um nível.
( assim o tempo diminui quando temos um fazendo cada nível, fora que ficam bem mais dinâmicos trabalhar dessa forma em grupo.)

Do contrario dos names a rafe é mais trabalhoso pelo fato de existir os níveis.
Os names são mais práticos por que não é necessário tanto tempo para fazê-los.
A rafe só deve ser utilizada quando a pessoa é iniciante nessa área.
Normalmente a refe só serve para entender melhor como se faz um mangá.
Também pode ser considerado como um treino para que o artista saiba o que está fazendo antes de começar a usar os names( para que não utiliza mal dos elementos de uma página.)


3º MANUSCRITO

Manuscritos de um HQ ou mangá são as páginas feitas à mão.
Manuscritos são geralmente páginas sem conter texto ou as vezes como
Muitos artistas preferem escrever nos balões a mão de lápis ou lapiseira antes de entregar para um editor de determinada editora.
São feitas a partir dos names ou então são a 4º nível da rafe.

Quando fazemos um manuscrito temos o mesmo cuidado e capricho para que saia impecável da mesma forma que as páginas editadas no computador, pois os manuscritos são geralmente o material que um editor vai pegar para publicar a obra.

Características de um manuscrito
Os manuscritos são feitos normalmente em apenas um lado da folha por que muitos artistas utilizam de material como caneta nanquim, tinta....etc
Isso pode fazer com que a tinta atravesse o papel e borre o desenho do lado de trás, por esse motivo os manuscritos são geralmente desenhados somente de um lado da folha para assim depois na hora da edição ser montado nos dois lados da folha.

Também existem artistas que fazem manuscritos dos dois lados da folha. Só são feitos manuscritos assim quando não é utilizado nenhum tipo de tinta.
As tintas só são utilizadas nesse tipo de manuscritos quando a papel e mais grosso.
Para manuscritos dos dois lados não é recomendado a utilização de canetas esferográficas, elas podem marcar o outro lado da folha deixando uma marca de amassado onde foi aplicado a tinta se caso for com muita força. (ficando com uma marca em ambos os lado).

Também se despensa manuscritos assim por que quando a página estiver finalizada dos dois lados a página perde sua qualidade física, de forma que ela não será mais reta é Liza. Haverá varias covinhas ou até mesmo uma grande, dificultando na hora de escanear para o computador.

Outra característica de um manuscrito ou página editada são as abas. As abas existem em todos HQs ou mangás (raramente em todas as páginas).

EX: Se temos um mangá publicado aqui no Brasil por um artista brasileiro onde não é necessário fazer de trás pra frente por causa da forma de leitura, nos temos uma obra no sentido ocidental.
Se casso depois da capa tivéssemos aberto na primeira página da história, teríamos a aba do nosso lado direito. Ou seja, o lado maior da aba seria o lado onde a folha é colada junco com as outras.

Manuscritos são feitos em tamanho grande para ficar com uma qualidade maior quando passar para o computador e depois imprimir. Geralmente são feitos em tamanho A4.

Curiosidade

As vezes quando o artista trabalha em uma história em quadrinhos ou mangá, se por acaso ele tiver em disponibilidade um grupo esse grupo será responsável por vários trabalhos, as vezes cada um fazendo uma parte.
Mas na maioria das vezes os manuscritos são feitos por mais de uma pessoa e até mesmo um grupo fazendo a mesma página ao mesmo tempo.


4º ELEMENTOS E MATERIAIS DE UMA PÁGINA.

Quando falamos em elementos de uma pagina de mangá ou HQ estamos falando de técnicas de desenhos e materiais que há compõe.

Elementos do desenho na página.
Hachuras: linhas para fazer texturas ou luz e sombra.
São traços ou linhas paralelas que dão vários efeitos diferentes.
As hachuras podem ser feitas tanto de branco como de preto, vai da criatividade do artista.
Efeito Q ou efeito de quadrinho: são muitas vezes feitas pelo artista, reticulas onde
Colocamos efeitos diferentes em cada quadrinho.
São raros os artistas que fazem para imprimir em forma de reticula. Normalmente e feita a mão.
Efeitos Q são geralmente linhas de movimento, impacto e sombreamento em um quadro de HQ ou mangá.
Todo bom profissional q se preze tem vários exemplos de efeitos Q para
Consultar quando necessário.

Sangria: seria um desenho que ultrapassou a borda. Ou seja um “desenho ou quadrinho que preenche toda a página.”
Sangria são geralmente quadros que ultrapassarão o limite definido das páginas.

Diagramação: chamamos de diagramação a ordem e tamanho dos quadrinhos de uma páginas de uma história em quadrinhos.
Diagramação seria a ordem quando transpomos um roteiro, de forma que criamos uma ordem por importância, ou seja, o quadrinho mais importante tem seu destaque de acorda com o roteiro.

Reticulas: são folhas de plástico adesivo onde ou o artista faz ou ele compra em lojas especializadas.
A reticula tem a finalidade quando e aplicada de fazer efeitos de sombras e escurecendo partes como roupas, carros. Vegetações. São mais utilizados em personagens e em objetos.
Reticulas são aplicas com o auxílio de um estilete ou uma micro faca bem afiada.
(reticulas são utilizado somente em mangá).

curiosidade

muitos artistas usam da chamada reticula digital, que seria escanear o desenhos para o computador e aplicá-las, em seguida imprimir o desenho já com a reticula.
O mais curioso e que como é aplicado no computador, dependendo do programa a há possibilidade de criar a reticula branca, onde é utilizada para fumaças brancas ou até para nuvens.

Materiais

Lápis:existem vários tipos de lápis, cada um com uma cor mais forte do que a outra.
São eles os lápis 6B,5B,4B,3B,2B,B,HB,F,H,2H,3H,4H,5H e 6H
Normalmente o profissional utiliza H para esboçar e 2B para finalizar. Em alguns casso utiliza-se o lápis de grafite azul para esboçar, o que seria o certo pois o grafite azul deixa menos marca que o grafite comum.

Lapiseiras: são perfeitas para pequenos detalhes.
A vantagem de se utilizar uma lapiseira esta justamente em sua ponta, a lapiseira garante que o traço nunca muda, Ou seja, não há variação da linha traçada no desenho.

São utilizados lapiseiras de espessura Nº0,5 tanto para esboçar quanto para definir o desenho.
Nº0,7 também são utilizadas para definir os desenhos.
Nº03 são utilizadas para pequenos detalhes.

Papel: para se fazer uma HQ ou mangá e recomendado a utilização de papel sulfite já pré-impressos que vem com uma marcação milimetrado em sua borda.
Esse tipo de papel são justamente para os manuscritos, para que não aja erros como nas bordas de cada página da história.
Para esse tipo de folha devemos sempre lembrar que os balões devem ficar do lado de dentro, nunca exposto ou sobre o as linhas da borda.

A parte pontilhada da marcação serve para indicar onde vai a diagramação se caso necessário.
A caixa externa indica o formato da história em quadrinhos.

Réguas: réguas são tanto utilizadas para retas quanto para curvas em uma pagina de mangá ou HQ.
Entre elas temos os gabaritos: gabaritos são réguas que possuem vários círculos ou ovais de diferentes tamanhos. São utilizados para fazer dês de balões até alguns elementos do cenário, também são ótimos no esboço de personagens.

Temos também as curvas Francesas: são utilizadas para curvas. Esse tipo de régua as vezes parece desnecessária para o desenhista, mas depois que utilizada percebemos que a utilidade dela e enorme.

Dicas

Para réguas comuns como as de escola, tenha preferência pelas que possuem pequenos relevos como por exemplo apoio para levantar a parte que tem contato com o papel, isso evitara erros se casso a caneta que você utilize provocar um excesso de tinta na folha.
Isso evitará possíveis erros no desenho.

Canetas: Existem dois tipos de canetas para desenho, as descartáveis e as recarregáveis.
As descartáveis possuem uma ponta de feltro.
Já as recarregáveis possuem uma maior precisão, alem de utilizar tinta nanquim.
Para recarregar uma caneta de desenho utilize de um conta gotas para que não aja o risco de ocorrer acidentes.

As canetas corretora são muito utilizadas para corrigir pequenas imperfeições e também é muito útil para criar efeitos.

São utilizados os marcadores como os da faber castel ou os retroprojetores pilots para grandes áreas em preto. garantir um preto bem forte.

Tintas: são utilizadas tintas como o nanquim profissional (nanquim é uma tinta aguada própria para desenho) para partes pretas e peque nos detalhes como hachuras. São também um bom auxílio para a arte final.


Nanquim branco são utilizadas para corrigir erros, muitas vezes substituem o próprio corretivo.

O corretivo devem ser apenas utilizados para corrigir um desenho casso ele for a base de água.
Jamais utilize o pincel do corretivo nos desenhos pois isso pode acabar lhe errando. Utilize sempre um pincel como o número 0 para aplicar a tinta do corretivo.

Pico de pena: pico de pena são pontas de ferro usadas para aplicar o nanquim sobre o desenho.
Profissionais costumam utilizar a pena G para finalizar seus desenhos.
Temos também penas como a mosquitinho que é mais barato e fácil de encontrar.
A grande vantagem de se utilizar um pico de pena está justamente em seu pico que é dividido ao meio, isso faz com que se casso pressionado contra a folha o pico de pana libera mais tinta, fazendo com que o traço sai ou mais groso ou mais fino.



5º QUADRINHO DE IMPACTO

Chamamos de quadrinho de impacto o ultimo quadrinho de uma página de mangá ou HQ.
Os quadrinhos de impacto tem uma grande função que seria manter o leitor sempre querendo saber o que vai acontecer na página seguinte.

EX: digamos que temos em mãos um HQ. Sua leitura e da esquerda pra direita.
Ao seja o quadrinho de impacto tem por obrigação que estar nas páginas pares, sempre na parte inferior, que seria o ultimo quadrinho da direita.

Sua função e dar um impacto ou com o texto ou no casso de não haver texto no quadrinho somente com a imagem.


O quadrinho de impacto é responsável também em dar a força pro mangá ou HQ.
Por mais que a historia seja envolvente não há como conquistar um leitor que ficou em duvida sabre continuar ou parar na história.
Sua função e clara. Mesmo que o futuro leitor não tenho conhecimento sobre o conteúdo da obra, ao folhear o mangá isso pode prender o futuro leitor mesmo se ele não tiver conhecimento da história. o quadrinho de impacto é o que vai o prender na história em cada páginas.

O que podemos também acrescentar aqui seria que os quadrinhos de impactos são responsáveis por alguns milésimos de segundos de curiosidade ao leitor.

Importante
O quadrinho de impacto deve ser bem trabalhado para não ser previsível para o leitor.
As surpresas são geralmente os que dão mais força para esse tipo de quadrinho.


6º KNOW HOW
(somente em mangá)
São os chamados de quatro páginas principais de um mangá.
O know how são as páginas primarias de um mangá. Ou as 4 primeiras que dão inicio a história.

O know how é importante porque se por acaso você participar de um evento onde sua obra é avaliada por profissionais da área, eles podem não ler o resto da história se por ventura você não utilizou o know how.

O know how é onde entramos na história e conhecemos os personagens.

A ordem seria assim: começamos a história no pondo ou status inicial, ou seja o pontapé inicial onde iremos rolar tudo o trama.
Depois do pontapé inicial conhecemos o personagem principal e os personagens secundários( não necessariamente é preciso apresentar os personagens secundários no know how).

Depois que saímos do know how temos todo o trama.
Apesar do know how ser muito importante em um mangá, muitos autores contemporâneos como tite kubo autor de bleach utiliza do know how no meio do mangá.
Ou seja não é necessário seguir a risca um padrão que se modifica conforme o tempo por muitos artistas da área.

No momento em que é introduzido o know how no mangá, teremos “a força para levar a história para frente.” O know how também é a parte onde o leitor identifica a temática da história(não podemos esquecer de deixar claro a temática da historia no know how)

Um exemplo de know how seria as quatro primeiras páginas do mangá naruto. Onde o narrador conta quando uma raposa demônio de 9 caldas atacou uma aldeia de ninjas.
Um herói que seria o quarto hokage lutou e deu sua vida para selar a raposa demônio em um garoto, naruto uzumaki.
É então que somos apresentados aos personagens da história a onde o trama é desenrolado.



7º DICAS

Todas as dicas aqui postas são essenciais para um ótimo mangá ou HQ.
Qualidade do material, qualidade do desenho e transposição do roteiro são fundamenteis em uma história em quadrinhos.
Tente ser criativo e o mais profissional possível para deixar seu mangá ou HQ o mais bem trabalhado possível, a qualidade conta muito na hora de tentar publicar em alguma editora renomada.
Muitas vezes não é o material que você utiliza que define o quão bom ficara seu tebalho, e sim como você utiliza esse material para o benefício da obra em questão.

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Juanito em 24/8/2012, 3:35 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Usuário Nível 0
Usuário Nível 0
Sexo : Masculino
Mensagens : 97
Reputação : 4
Idade : 25
Localização : Coordenadas usadas no ato de localizar algo.
Ver perfil do usuário

Re: Utilização das estruturas de roteiro Em um mangá e HQ(elementos de uma página)

em 24/8/2012, 3:27 pm
Boa...Só a fonte tá blz...
Mas eu acho q o criador nem se importa se plagiarem... Olha a data julho/2010...
E o cara fez esse post e só e nunca mais... E quem garante q ele já n plagiou alguem?mwhaha


Mas voltando pra materia, muito boa,gostei.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Convidado , veja meus roteiros e comente. Obrigado!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Usuário Nível 1
Usuário Nível 1
Mensagens : 127
Reputação : 5
Ver perfil do usuário

Re: Utilização das estruturas de roteiro Em um mangá e HQ(elementos de uma página)

em 24/8/2012, 3:33 pm
muahhahahaha a materia é antiga saka esse blog tinha varias materias + depois ele sumiu do nada acho q foi apagado por questoes d plagio ou violaçoes d direitos autoriais pq tinha algumas materias q ele pegava de revistas e traduzia + sei la pod ser q n seja isso, só um palpite...

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________
tou devagar quase parando eu dice QUASE
Conteúdo patrocinado

Re: Utilização das estruturas de roteiro Em um mangá e HQ(elementos de uma página)

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum