Inventaku
Olá,

Seja bem-vindo a Inventaku .

Caso queira se registrar, clique em ''REGISTRAR-SE''
Se ja for membro clique em ''LOGIN''.

Agradecemos pela visita.

Boa diversão!!
Inventaku

Onde a Criação não tem limites .

Relogio
Parceiros

Parceiros







Membros mais ativos

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar

Plot: histórias sobre cidades, nações,
guerras, deuses e pessoas que interpretaram inúmeros papéis em vários palcos de um mundo. As histórias Tears of Innocence é cercada de dualidades e a trama principal é oculta em intrigas, conspirações e pelo interesse dos personagens principais e de suas nações. A primeira “Saga” se passa em um período inspirado no final do Século XIX (com alguns toque da primeira metade do século XX) e tem basicamente dois continentes como palco (porém existem 8 continentes no mundo de Tears), cada nação é reminiscente a uma nação real e alguns personagens são alusivos a figuras históricas.

Resumo: Tears of Innocence é uma trama de fantasia épica que narrar a trajetória de de diversas nações e da busca pelo poder, seja através de reis e imperadores, militares, sacerdotes, comerciantes ou operários. Enfim, há muitos progonistas nessa história, todos com uma visão diferente, todos em busca de suas ambições que os colocam sempre em colisão com outro. Como qualquer história de fantasia Tears of Innocence tem elementos de magia e seres sobrenaturais, mas esses elementos não são o foco da história, ToI não é nenhuma aventura RPGista. Aqui não existe limiar entre bem e o mal, a ética é algo distorcível, o que é certo para um personagem pode ser errado para outro, a batalha é entre homem contra homem, império contra império, é um conflito de ideais.

Capítulo 1: Sabores
Spoiler:
Página 1:
QUADRO 1: Panorâmico, se em cores, dê preferência para cores frias. Nesse quadro temos uma visão isométrica, um navio, eu acho que ficaria melhor colocá-lo no lado direito do quadro, é um navio á vapor, você pode improvisar o modelo, contanto que tenha duas rodas d’água em cada canto do navio. Se inspire nas fotos que enviarei por anexo. É importante que seja colocado um reflexo da Lua e das estrelas no mar, não coloque nuvens e lembre-se o mar tem que está calmo. O nome da embarcação é Senet.
CAPTION 1: A brisa vem como sussurros frios.

QUADRO 2: grande, close em um olho escuro e assustado de Umit, nele reflete o convés, o mar, a Lua, as estrelas, marinheiros vestidos de trajes ao estilo “As Mil e uma Noites” cercando armados com pistolas, rifles ou espadas uma mulher, se inspire na mais bela que você já viu xD, os marinheiros estão de costas, a mulher está sorrindo, seus olhos são verdes, em tom brilhante. (Para saber mais detalhes sobre ela, busque no banco de dados de personagens, o nome dela é ROXANE e o cara que está “olhando” é UMIT, há algumas coisas sobre ele no banco de dados).
CAPTION 1: O mar Euraskiano está calmo e como um espelho reflete a Lua que elegante se exibe como se as estrelas fossem seus diamantes no límpido céu noturno.
A noite está bela...

QUADRO 3: Médio, close em Roxane, ela tem um ar debochado.
CAPTION 1: Perfeita...

QUADRO 4: Médio, os pés de um dos marinheiros, em posição defensiva, algo parece está saindo de sua sombra.
CAPTION 1: Dessas noites que nos inspiram.
CAPTION 2: Que nos fazem pensar no cotidiano.

QUADRO 5: Grande, aqui criaturas de escuridão começam a se formar das sombras dos marinheiros. Umit assiste assustado, ele está escondido atrás de uma caixa, de costas para o “público”, observando tudo. Provavelmente eles deve está se borrando de medo, a ponto de não conseguir nem gritar,
CAPTION 1: Umit gosta de um bom cigarro barato para esses momentos e de ficar em um canto solitário.
CAPTION 2: Nesta noite, seus pensamentos se concentram em sabores.
CAPTION 3: Nos sabores que nunca provou.

QUADRO 6: Quadro exatamente igual o anterior, mas aqui os homens feitos de escuridão já estão formados e em suas mãos parece haver duas cimitarras feitas de escuridão.
CAPTION 1: Por exemplo, no sabor do vinho enphônico que outros marinheiros tomaram. Pelas mil estrelas, como ele queria poder provar aquele vinho.
CAPTION 2: Ele poderia apostar sua alma a Nocterios que aquele vinha tinha um sabor divino.

QUADRO 7: Do mesmo tamanho que o quadro anterior, aqui as criaturas enfiam as cimitarras nos marinhos que estão na frente.
CAPTION 1: Pelo menos, era o que o aroma dizia.
CAPTION 2: Também havia outros sabores que Umit havia de provar antes de morrer.

QUADRO 8: Médio, a expressão de agonia de um marinheiro com as duas lâminas em seu peito.
CAPTION 1: Como o sabor de seu sonho de compositor realizado. O sabor de sua música sendo tocada nas principais Óperas de Eurus.
CAPTION 2: O sabor de seus pais e seus oito irmãos na primeira fileira e orgulhosos.
CAPTION 3: O sabor de se apaixonar... De sentir o calor do corpo de uma mulher.
CAPTION 4: O sabor de um dia ter filhos e depois netos.

QUADRO 9: Médio, uma das criaturas está com a cabeça virada para a direção de Umit. Umit está atrás da caixa, dessa vez olhando em direção ao “público”, lágrimas sai de seus olhos, ele está desesperado, ele sabe que vai morrer.
Esqueci de mencionar que há uma caixa de cigarros e alguns cigarros caídos no chão, um dos cigarros está dobrado e queimado ou outros nem foram usados. Também esqueci de citar antes que Umit carrega em uma das mãos um pequeno livreto com suas composições.

Página 2
QUADRO 1: Pequeno, Umit está correndo desesperado, algumas páginas de suas composições sai voando. As janelas do navio estão acessas e dar para ver através delas que está havendo uma carnificina lá dentro.

QUADRO 2: Exatamente como o primeiro, porém as luzes estão se apagando. Algumas criaturas que estão dentro do navio olham para Umit.

QUADRO 3: Exatamente como os outros dois, dessa vez as janelas estão completamente escuras, uma escuridão anormal que parece vazar pelas janelas.

QUADRO 4: Umit parece cansado de correr, ele está olhando para trás e ver várias criaturas indo em direção dele. O cara está desesperado.

QUADRO 5: Um quadro grande, as criaturas estão cercando Umit. Ele está de olhos fechados, chorando com a cabeça voltada para cima e as mãos abertas como se estivesse orando, o livreto e algumas folhas dele caídos no chão.
CAPTION 1: Porém nenhum desses sabores Umit chegará a conhecer.

QUADRO 6: Grande, o HE-MAN está sorrindo olhando para o público prestes a ensinar uma lição de moral relacionada à crise financeira grega e algo sobre o ESQUELETO ter tentado comprar as ações de um banco achando que teria lucro fácil. Brincadeira. As criaturas matam Umit enfiando cimitarras nele, Umit obviamente está expressando dor.
CAPTION 1: Seus últimos sabores foram de amarga dor de sentir a pele e a alma ser atravessada. O sabor mais amargo de saber que há sabores que jamais irá saborear.

QUADRO 7: Médio, Umit está caindo morto no chão. As sombras assistem.

QUADRO 8: Médio, close na cabeça de Umit caída em cima de uma poça de sangue. Seu livreto de composições está na sua frente sujo de sangue.
CAPTION 1: E o sabor final, foi o misterioso sabor da Morte.
CAPTION 2: Seu último pensamento foi “Eu deveria ter provado aquele vinho”

QUADRO 9: Médio, vista isométrica do navio, ele está todo escuro.

QUADRO 10: Panorâmico. O navio de longe, o dia prestes a amanhecer. As luzes do navio estão acessas, está tudo limpo, como se nenhuma gota de sangue havia sido derramado lá.
Nesse último quadro, quero que apareça o título “TEARS OF INNOCENCE: OS IMPÉRIOS DE VIDRO”.

Acho melhor vocês conhecerem os personagens pelos capítulos e não pelo banco de dados que eu inventei.
Curiosidades:
Spoiler:
Em Tears of Innocence há duas mortes, a primeira é a física, a pessoa morre e sua alma vai para uma outra dimensão e depois de algum tempo reencarna. A outra morte é a morte espiritual, esse tipo de morte é raro ocorrer e é considerado um crime imperdoável que só é pago com a morte espiritual do assassino. Quando uma alma morre, é impossível que ela reencarne ou volte, é o tipo de morte mais terrível em Tears of Innocence. Mas não se preocupe muito com esse conceito, não existe nenhuma esfera mágica capaz de ressuscitar alguém. Existe pactos com deuses ou demônios, mas estes são raros e sempre levam a consequências que fazem com as pessoas se arrependam do pacto. Por isso as morte em Tears é algo a se temer.
O navio do primeiro capítulo se chama Senet, que no idioma do Antigo Egito Significa "Passagem". Também é o nome de um jogo de tabuleiro que era jogado pelos egípcios, nesse jogo seu objetivo é atravessar todas as suas peças para o final do tabuleiro, representado a passagem que a alma fazia após a morte. Nesse jogo você pode apostar sua própria alma e jogar contra a si mesmo ou contra o deus Rá, segundo a lenda se você vencer a partida, sua alma ganha a imortalidade. Eu coloquei esse nome no navio, porque na minha opinião, o primeiro capítulo é a passagem de entrada do leitor para o mundo da história.



Última edição por Pedro La Ruína em 1/9/2012, 7:22 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

Duuhur'D

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Ta meio confuso '-'

Ver perfil do usuário

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar
Porque?

Ver perfil do usuário

Duuhur'D

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Não sei explicar bem , porém parece que você ja ta detalhando tudo para o desenhista ( caso for manga ) e isso ta meio que enrolando pra ler . ( nao sei explicar bem ¬¬' )

O Caption seria a fala dos personagens ?

O Quadro seria a legenda do cenário ?

Ver perfil do usuário

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar
Caption: No caso de Tears of Innocence se refere ao narrador. Quando eu coloco o nome do persongem + caption, por exemplo, KEIJI CAPTION, se refere ao pensamento do personagem ou o esse personagem falando sem está na cena.

QUADRO: É a descrição da cena para o desenhista poder ter uma noção da imagem que pretendo passar.

Ver perfil do usuário

Duuhur'D

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Seria estilo Mangá ? ou Livro ?

Ver perfil do usuário

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar
Pretendo que Tears of Innocence seja uma história em quadrinhos. O traçado, eu não sei, desenhista terá a liberdade de escolher (pode ser mangá, linha clara, americano, Alex Ross...), contando que respeite o clima da história.

Ver perfil do usuário

Duuhur'D

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Olha vou esperar opniões de outras pessoas pra ver se minha avaliação esta certa ...( avaliação que pensei mentalmente )

Ver perfil do usuário

:

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7


caraca!
mto bom adoraria desenha-la no formato hq

hj vai ser o lançamento de BIONIC confere depois

Ver perfil do usuário

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar
Obrigado, ELIENAY...
Antes de fazer qualquer parceria com um desenhista, quero terminar pelo menos "Impérios de Vidro" (que é a primeira "saga"), porque, uma vez eu fiz uma parceria, mas não deu certo, graças a minha incompetência, então é melhor deixar muitos capítulos prontos.

Desculpe a ignorância, mas o que é BIONIC? É algum roteiro daqui do fórum?

Ver perfil do usuário

:

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7


é o mangá pro concurso
infelizmente só vai dar pra postar as 2 primeiras partes hoje

Ver perfil do usuário

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar
Então, aposte até o seu último dólar que eu lerei Bionic.

Ver perfil do usuário

Duuhur'D

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Ja tenho a nota ...

Vou dar daqui a pouco
edito o topico

Ver perfil do usuário

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
Realmente, o roteiro escrito tecnicamente como deve ser, é bem incomum de se encontrar, e o seu é, se eu não me engano, o primeiro que eu leio, todo, escrito dessa forma.

Você conseguiu por o clima todo do mangá, mesmo usando separação por quadros e tudo mais,o que eu acho uma coisa difícil mesmo de se fazer. E o modo de escrever as falas meio que poético ou filosoficamente, enriquece muito o efeito que o mangá passa. E a história é muito boa. Gostei pelo pouco que li.

A única coisa que eu tenho que questionar, é a quantidade de quadros. Eu acho que tá um tanto excessivo para uma página só. Talvez isso atrapalharia o próprio desenhista na hora de passar o roteiro para desenhos.
Talvez dessa 2 páginas de 9 quadros, você devesse fazer 3 páginas com quadros maiores e quantidade menor deles. Isso melhoraria na apresentação das páginas.

Espero ter ajudado, não sou muito bom em crítica kk

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

Duuhur'D

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Dei um ''A'' porém acho que se vc der tudo pro desenhista ele nao vai querer desenhar pois geralmente um desenhista nao consgeue desenhar muito bem quando ele nao inventa e sim os outros criam pra ele ( exatamente digo )

Ver perfil do usuário

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar
Obrigado pelos comentários pessoal e desculpe por não responder seu comentário antes, Dariks. E é bom ver um comentário de um ótimo quadrinista como você, que não só escreve bem como desenha bem.

Dariks, eu tenho mesmo que reescrever este capítulo e o capítulo 2, exagerei muito nos quadros e nas descrições. Knai, não se preocupe quanto a isso, eu coloquei os quadros mais como uma sugestão, o desenhista tem todo o direito de modificar a composição das cenas e o número de quadros, acho que o desenhista tem que ter liberdade para trabalhar em cima de qualquer história.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum