Inventaku
Olá,

Seja bem-vindo a Inventaku .

Caso queira se registrar, clique em ''REGISTRAR-SE''
Se ja for membro clique em ''LOGIN''.

Agradecemos pela visita.

Boa diversão!!
Inventaku

Onde a Criação não tem limites .

Relogio
Parceiros

Parceiros







Membros mais ativos

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

SLAY BUDDIES

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1 SLAY BUDDIES em 7/9/2012, 8:58 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
Sinopse: Um garoto. Um shinigami. Troca de posição. Um desafio. Um fim. A estória baseia-se em tópicos simples, porém sua finalidade é além da compreensão humana...

Chapter 1: Atrocious Spirit

Chapter 1:


Char entra no quarto. Na porta tem preso um pôster, onde está ilustradas diversas caveiras e esqueletos, alguns segurando foices, e escrito, com letras especialmente obscuras, estavam as palavras “Death God”. Joga sua mochila no canto e se joga em cima da cama. Olhando para o teto diz.

- Cada dia é mais difícil viver nesse mundo de ******... Tudo o que as pessoas fazem é prestar atenção em si mesmas, são todas egoístas; até mesmo quando elas prestam atenção em outro alguém é puro egoísmo, elas continuariam olhando a si mesmas, se olhar para os outros as incomodasse. Mundo idiota! Queria poder esmagar cada inseto que vive nele, porque todos são insetos. Sem uma única exceção.
Char fecha lentamente os olhos com uma expressão um tanto tensa.

- Se pelo menos eu pudesse dormir para sempre...
Então Char adormece...
Seus olhos se abrem, meio embaçados, e ele olha o relógio em formato de caveira, que fica no criado mudo, do lado da cabeceira de sua cama.
05h58min. O relógio mostrava esta hora. Char olhando-o ainda deitado de lado.

- Droga...! Acordei dois minutos antes do despertar do relógio... Queria aproveitar cada segundo se sono, já que depois do colégio tenho que ficar estudando naquele curso inútil, que eu sou obrigado a fazer para manter as aparências que meus pais tanto prezam...

Char se levanta, mas ainda continua sentado em cima da cama. Quando então se depara com uma figura abominável, em cima da cadeira do computador. Ele estava virado para Char, e tinha uma expressão um tanto assustadora. Estava com os dois pés sobre a cadeira e se mantinha agachado. Usava uma roupa um tanto estranha, uma junção de roupa humana de couro preto e um tecido não reconhecível. Utilizava um capacete de piloto de avião, com os óculos na testa. Mas o que mais o chamava atenção era que seu rosto era quase que totalmente esquelético. Sim, tinha pele e carne, mas pouca. O sorriso irônico era o que mais trazia seu ar sombrio.

- WAHHH – foi o grito de primeira impressão que Char deu ao se deparar com aquela figura monstruosa.
Char se levantou e ficou de pé, e se recostou na cabeceira da cama, muito assustado ele estava.
- Calmo humano!! Vim em paz...! – dizia o suposto monstro dando uma risadinha de leve, porém assustadora.
- Que diabos é você?! E como entrou no meu quarto?!... - Char gritava assustado. - Não vai me dizer que você é... – diz ele parecendo compreender algo...
- SHINIGAMI. Sou um Shinigami se isso que você quer dizer. E eu entrei pela janela que você deixou aberta, humano... – diz o Shinigami apontando para a janela que deixa o vento entrar balançando as cortinas.
- Shini- SHINIGAMI?! M-mas... Shinigamis existem mesmo?! – diz ele um pouco assustado.
- Mas é claro... Ou você acha que eu sou uma garotinha fantasiada?...
- Então é verdade... Shinigami existe, de verdade... E eles são desse jeito mesmo... – diz o garoto de 15 anos, olhando para os pés, parecendo compreender a situação...
- kekekek – ri o shinigami.
- Mas se você é um shinigami e está aqui... – ele olha com os olhos arregalados para o shinigami –, você veio tirar a minha vida com um caderno da morte?! – conclui ele
- kekekekekekeke
- Está rindo do quê? – diz Char sem compreender.
- Logo que o posto de Rei Shinigami foi ocupado por um novo shinigami, o método de morte voltou à moda antiga. Foices. Parece que ele tem alguma coisa com foices, e a era da foice voltou... Sabe que é um saco ter que carrega essas foices?...
- Foice? Não vejo foice alguma...!
- AH...! – o Shinigami fica de pé em cima da cadeira, sua cabeça quase que toca ao teto.

O Shinigami abre os braços e as asas ficam também abertas à amostra, suas asas são como as de um corvo, mas as penas eram azuis-violeta escuros com as pontas avermelhadas. Com o braço ossudo direito, ele puxa uma foice de tamanho médio de trás das costas. Sua foice era feita com um cabo de um único osso, que se estendia até uma lâmina prata e suja.
O shinigami desce da cadeira e fica apoiado na foice.

- Satisfeito com o show, humano?
- haha, sim... – diz Char agora sentado na cama.
- Do que ri? A verdade é que eu vim aqui levar a sua alma...

A expressão que estava relaxada, de Char, volta a ter seu aspecto pavoroso. Mas a expressão não dura por muito tempo, e Char começa a rir...

- ? – o shinigami não compreende.
- Já entendi, minha morte é inevitável... Queria pelo menos ter esmagado um dos insetos do meu colégio.
- Eu disse que vim aqui para levar sua alma. Não disse que a levaria.
- Hã? – agora Char olha totalmente confuso para o tal shinigami.
- Eu tenho uma proposta a lhe fazer.
- Proposta?
- Quando a ordem da sua morte foi-me dada, através do novo sistema adotado pelo novo Rei Shinigami, Eu pude te observar por dois dias...
- Me observou!... Como que eu não te vi?
- As pessoas só conseguem ver os shinigamis quando estão a alguns segundos ou minutos do óbito... Por isso elas fazem uma cara de assustadas... No caso você deveria morrer agor...

O despertador de caveira toca. E no mesmo instante, Char dá uma batida em cima o que faz com que o barulhento despertado em forma de caveira se cale.

- Tudo bem... Mas ainda não entendi o objetivo da tal proposta. – continua Char, ignorando o fato de que agora ele não teria mais o privilégio de respirar.
- Sim, sim, humanos são apressados, como se a qualquer momento pudessem morrer, kekeke
Char continua com um olhar sério.
- É... – o shinigami pigarra – Eu notei uma coisa diferente em você em relação aos outros humanos da sua idade... Você não tem um espírito humano... E eu digo espírito, não alma.
- ...
- Você olha para os humanos como se eles não fossem o mesmo que você, como se fossem insetos. Assim vejo que você não tem amigos de verdade, como os outros. Percebi também que você abomina seus colegas de classe, não só do colégio, mas do tal estudo que você cursa à tarde... Certamente você não tem um espírito humano.
- O que ele quer dizer com essa conversinha? – pensa Char - Conclua logo, shinigami. Se não vai tirar a minha vida, me deixe em paz para que eu a prossiga... - diz Char em um tom ameaçador -... Ou me entregue um caderno para diversão própria... – diz ele com um sorriso sutilmente sarcástico.
- Enfim. Achei você perfeito para aceitar a minha proposta. Uma coisa que os Shinigamis não fazem há séculos, desde antes da criação de cadernos homicidas... Fazer uma troca. – diz o shinigami ignorando o comentário do garoto.
- Quê? Troca?
- Minha proposta é que você se torne shinigami, para que assim eu me torne humano.
- ? – Char não entende completamente
- Você só tem de matar os 13 alunos da sua sala...
- Está louco?! Na primeira tentativa as autoridades me prenderiam!
- Deixe-me terminar de explicar, não se apresse, se tudo der certo você terá a eternidade, kekekeke
- ...
- Você terá que matar os 13 alunos da sua sala – o shinigami enfia a mão em um dos bolsos e puxa um saco com chicletes. Tinha uma coloração avermelhada -, fazendo-os ingerir essas balas, gomas de mascar, chicletes... ou seja lá como vocês humanos chamam isso.
-...
- Essas balas estão recheadas com uma coisa especial, meu sangue. Quando elas ingerirem, morrerão.
-... Mas mesmo assim... Com as pessoas morrendo, as autoridades virão até meu colégio e revistarão os alunos. E poderão encontrar as gomas comigo. Deduzirão que estão envenenadas... E eu irei ser condenado.
- Calmo humano... Após as vítimas ingerirem as gomas, toda a memória relacionada à existência, dessas pessoas, será apagada, mas somente durante o período que ocorrem as mortes... Não há como você correr risco... Nem mesmo o professor se lembrará de chamar o nome de um aluno já morto... kekekeke
-... Então você está me propondo que eu convença aqueles inúteis da minha sala a ingerirem essas gomas, para que morram, e assim eu me torne um imortal shinigami... e você se torne um bosta de humano? Ah, o que você tem na cabeça em trocar o benefício de matar e não ser visto, para ser um bosta de humano? Vai-me dizer que estava com tédio?
- Não. Eu não sou como o Rei Shinigami... O que eu quero é poder morrer. – tem-se uma pausa de exatmente 2,7 segundos - Depois de alterada a posse do trono, foi mudada muitas coisas das leis que regiam o Mundo Shinigami. Algumas delas foram dar a imortalidade total, controle da quantidade de mortes e foi permitido fazer esse tipo de acordo com os humanos. Além de o antigo método de morte ser restringido apenas ao Rei, para castigar Shinigamis... Humanos não morrem mais só de terem seus nomes escritos e etc.
- Então você quer dizer que a história de “Cadernos Homicidas” é real?
- Sim. Sem dúvidas... Eu conheci o shinigami que é o autor dessa obra do mundo humano.
- Shinigami?! Você quer dizer que os autores são shinigamis?!
- Na verdade um shinigami, um único shinigami. Foi um dos pouco a trocar sua forma shinigami com um humano. Mas esse shinigami era de imensa alma e espírito, que teve que ser dividido em dois. Kekekekekekekeke. Isso não é engraçado humano?
- Haha, um pouco...
- Tome humano – o shinigami joga a sacola de gomas na frente do Char, e logo em seguida joga um aparelhinho com um botão e um chaveiro de caveira.
- Meu nome é Char Uimodeun... Não me chame de humano, isso é nojento. – diz ele um pouco antes de olhar para os objetos lançados em sua cama.
Char pega o aparelho.
- O que seria isso? É um tanto parecido com um BIP...
- Shini... [nome provisório]
- Kami?
- Chama-se Shini!... Nessa tela aparecerão a foto e o nome do humano que você deverá fazer ingerir a goma.
- Hum... – Char prende sua atenção no chaveiro com uma caveira
- Você terá 24 horas para assassinar todos os 13 alunos, contando a partir da primeira solicitação, que aparecerá na tela do seu Shini...
- O que?! Apenas 24 horas?!
- kekekekek... Sim... Agora me vou indo, tenho trabalho a fazer, até que você complete sua missão...
- E caso eu não consiga completá-la...?
- Você morrerá, e irá para o mesmo lugar que os usuários dos Death Notes foram...
- Onde?
- kekekeke – o rosto do shinigami estava sombrio...

Ele caminha até a janela. Char se mantêm em silêncio.

- Aliás, qual o seu nome? – pergunta Char
- Rynoe...

Ele pula na janela e se lança para fora abrindo as asas.
Char se levanta e corre até a janela, mas não vê mais o shinigami.
Então um barulho de vibrar é ouvido. E uma melodia, um tanto estranha, é tocada.
Char olha para o Shini e vê que a tela dele está acesa, e é dali que se origina o som.
O rosto dele tomasse de um intenso pavor, ele olha o relógio. 6:30.
Ele pega rápido o aparelho. Tinha a foto da face de uma garota, e ao lado tinha o nome dela. Kamia Hanekawa.
Char sorri obscuramente.



Última edição por Dariks em 10/9/2012, 7:00 pm, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

#2 Re: SLAY BUDDIES em 9/9/2012, 9:21 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
Double post nesse caso não é proibido não, é?
Bem... Vou postar o segundo capítulo pra ver e assim alguém lê e comenta Constrangido

Chapter 2: Do You Want Chewing-gun?


Spoiler:

A tela do Shini está ligada e mostra a face de uma garota de cabelos rosa. Ao lado da imagem está o nome dela, Kamia Hanekawa.

- Kamia Hanekawa, 15 anos. A “número 2” da turma 1-b, turma a qual eu estudo. É uma vadiazinha que mora na minha vizinhança. E o melhor de tudo, sempre teve uma quedinha por mim. – narra Char.

Char agora está andando pela calçada, carregando a sua bolsa. A essa hora da manhã não há muitas pessoas na rua, nem muitos veículos. Char mantém o seu rosto levemente erguido, com seu nariz empinado. Ele sente-se superior aos outros.
Um homem, da mesma idade que ele, passa correndo e esbarra em Char. Char se vira.

- Me Desculpe! – diz o Jovem
- Preste atenção por onde anda inseto, não vá sujando a minha roupa assim com sua existência inútil... – responde
Char, com um ar arrogante.

O Jovem olha um tanto assustado. Ignora e continua sua correria. Char cospe no chão.

- Inseto! – ele pensa.

Char olha para o seu relógio de pulso digital. 6:42.

- Ótimo! Quase atrasado para o colégio... Mas isso não importa. Me pergunto como vou fazer para matar os 13 alunos em apenas 24 horas. – pensa Char - Não posso simplesmente chegar à sala de aula e dizer “Quem quer uma goma de mascar? 0% açúcar e 100% sua morte!” – imagina ele -... Seria estranho demais, raramente refiro a palavra para 10% daquela sala...

Char para de repente. Ele está em frente a uma casa. Ele olha para ela.

- Primeiro tenho que focar em aniquilar a Kamia. Mesmo eu tendo a queda dela por mim, como vantagem... Eu nunca respondi nem um “bom dia” dela. Não posso simplesmente chegar e “fazer o sociável”... Tenho que pensar em algo... – pensa ele enquanto anda até a porta da tal casa.

Char toca a campanhinha e alguns segundos depois abrem a porta. É uma mulher de meia idade.

- Essa deve ser a mãe dela... – pensa Char - Olá, poderia chamar a Hanekawa? Eu queria acompanhá-la até o colégio, já que nós estudamos na mesma classe... – diz Char, com um tom simpatizante.
- Oh, sinto muito! A Kamia saiu já há alguns minutos. Ela foi para estação de metrô... – responde a mulher.
- Droga... – pensa Char – Ah, obrigado, vou ver se a alcanço... É, tchau! – diz Char.

Ele se vira e anda em direção à rua.

- Uhm... Parece que a minha filhinha tem um admirador nas redondezas... – diz a mulher para si mesma
- Maldita! Tenho que fazê-la mascar a goma antes que cheguemos ao colégio... – pensa Char – E é tão repugnante tratar bem esses insetos... Vou tentar terminar com isso o mais rápido possível, antes que eu vomite...

Char corre até um ponto de taxi. Entra dentro de um dos carros.

- Vá, estação de metrô – diz Char friamente
- Okay – responde o motorista.

Chegado à estação, Char desce rápido, as escadarias, e procura pela vítima.
Olhando ao redor, em meio àquelas inúmeras pessoas ele encontra Hanekawa

- Encontrei... Agora é só fazê-la ingerir a goma... – pensa ele

Char chega lentamente perto de Hanekawa e para logo ao lado dela. Hanekawa percebe e logo fica tensa. Ele vê que ela está tensa, mas finge nem ter percebido a presença dela.
Alguns segundos se passam...

- Ei, você não é a Ka.. Ka... – Char inicia o diálogo
- Ele falou comigo!... – pensa ela – Kamia Hanekawa...!
- Percebi que você usa o mesmo uniforme que o meu... E me lembrei que você estuda na mesma classe que eu, não é?... – quem diria, que “fazer o sociável” daria certo...? – pensa ele.
- Sim. E eu moro próxima a sua casa! – diz ela meio surpresa e feliz
- Ah, é verdade, haha – diz ele pondo uma das mãos atrás da cabeça e dando uma risada aparentemente alegre –
Garota idiota! Mesmo eu tento sempre a tratado como um lixo, ela ainda é gentil comigo... Pessoas assim devem morrer, sem dúvidas... Fico feliz por poder fazer isso... – pensa ele

Tem-se um silêncio. Hanekawa ameaça a falar, mas se cala.

- Não posso perder tempo... Mas é um pouco difícil encontrar o que conversar com ela... – pensa ele
- Eu... – diz ela
- Quer uma? – diz Char, mostrando a ela uma bola de goma de mascar vermelha enrolada por um embrulho preto e transparente.
- Não obrigada, gomas de mascar não me fazem muito bem... – diz ela olhando pra baixo e com o rosto vermelho – Ai, eu não consigo falar com ele sem ficar vermelha... Será que ele percebeu? Que vergonha... – pensa ainda olhando para baixo – Mas eu não posso evitar falar o que eu tenho de falar... Essa é uma chance única, tenho que aproveitar a oportunidade que ele está falando comigo...! – pensa ela olhando pra frente, porém ainda de face avermelhada.
- Droga! Garota maldita! Ah, minha vontade é de fazê-la engolir isso a força... – pensa ele com uma cara de fúria e olhando para cima – Não... Eu tenho que me acalmar... Não posso por tudo a perder – Ele olha para ela – Ela está avermelhada... – ele sorri maldosamente – Talvez o motivo seja que eu tenha oferecido a bala a ela... Não... Se ela tivesse ficado envergonhada por isso, ela teria aceitado... Talvez fosse por que eu cortei o que ela iria dizer... Verdade! Mesmo eu tendo a cortado, ela não retomou... Talvez seja algo constrangedor que ela tinha a dizer... Bingo! – reflete ele
- Olha... O nosso metrô chegou! – diz ela interrompendo os pensamentos dele e apontando para o metrô que acabara de chegar à estação.
- O expresso para *** acaba de chagar na plataforma 2-a, mantenham-se atrás da linha amarela... O expresso para *** acaba de chegar na plataforma 2-a, mantenham-se atrás da linha amarela... – anuncia uma voz.

O metrô para. Abrem-se as portas.

- Você ia dizer algo, desculpa por te interromper... – diz ele enquanto eles entram no vagão.
Eles sentam em um dos bancos que fica de frente para a porta de saída.
- Ah!... – ela se torna escarlate novamente – É agora! – pensa ela – É que eu estou muito feliz por você estar falando comigo... Sabe, parecia que todas as vezes que eu falei com você, você me ignorou completamente... E... – ela diz
- Isso... Já sei o que fazer para que ela aceite a goma... – pensa ele
-... E eu, eu sempre... Eu... – ela hesita muito antes de falar...
- A verdade que eu te ignorei mesmo – ele diz olhando para frente, e a interrompendo
-?! – ela fica meio surpresa e confusa
- Mas é que eu sempre tive vergonha de falar com você, então eu fugia... Porque eu gosto de você! – ele vira para ela agora.
- Eu também... – ela para de falar.

Ela está surpresa e fica ainda mais vermelha. Eles ficam se olhando e Char segura o rosto dela com uma das mãos. Ele aproxima o rosto lentamente ao dela.

- E agora o golpe final...! – pensa ele e então a beija.

Ela parece gostar.
Após o beijo ele parece indiferente e ela parece não conseguir para de sorrir. Eles olham para frente. E nem 8 segundos depois ele enfia a mão dentro do bolso.

- Você quer um chiclete? – ele diz mostrando a ela uma daquelas embalagens.
- Ah, sim – ela diz sorrindo.
- Eu sabia...! Ela é tão idiota como eu pensei... Bastou por a isca que ela mordeu sem hesitar – ele pensa

Char a olha desembalando o doce... Ele tenta conter o sorriso... Ela põe a goma na boca. Agora ele não se contém e começa a rir satisfatoriamente.

- Do que está rindo? – diz ela a ele, de modo gentil.
- De você... haha
- Hã? De mim?
- Sim...
- Mas por quê?
- Morra! – ele diz para ela de forma assustadora.

Primeiro ela se mostra apavorada, mas sua face se desfaz em uma expressão estranha. Ela se levanta e anda em direção a porta que ainda está aberta.

- Aonde vai? O metrô já vai partir! – diz ele rindo ironicamente

Ela para e olha para ele. Ela expressava o que pensava: Nada. Então continua andando...

- Eu não consigo parar de rir – pensa ele.
- O metrô para **** está se aproximando da plataforma 2-b, mantenham-se atrás da linha amarela... O expresso para **** está se aproximando da plataforma 2-b, mantenham-se atrás da linha amarela... – anuncia a voz.

A plataforma 2-b fica do lado oposto da deles, o lado onde Hanekawa se dirigia...
A porta do metrô onde Char estava começa a se fechar, e é mostrado o sorriso maléfico dele.

- Mission Complet – diz ele.
E a porta se fecha.

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

#3 Re: SLAY BUDDIES em 12/9/2012, 6:58 pm

barão negro

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Chiclete assasino , fujam pras colinas !!

kkk brincadeira, nossa roteiro muito bom mesmo

Ver perfil do usuário

#4 Re: SLAY BUDDIES em 12/9/2012, 7:31 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
© BarãoNegro © escreveu:Chiclete assasino , fujam pras colinas !!

kkk brincadeira, nossa roteiro muito bom mesmo

Vc leu?! Brilho kkkkkk vlw cara Very Happy

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

#5 Re: SLAY BUDDIES em 13/9/2012, 8:45 pm

Mr Chaos

Usuário Nível 5
Usuário Nível 5

avatar
eu achei + ou - , pela parte do death note que deixou alguns fatos meio previsíveis, e também, chiclete assassino?!

bom, vou esperar pelo próximo pra concluir a minha opinião.

Ver perfil do usuário

#6 Re: SLAY BUDDIES em 13/9/2012, 9:04 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
Mr Chaos escreveu:eu achei + ou - , pela parte do death note que deixou alguns fatos meio previsíveis, e também, chiclete assassino?!

bom, vou esperar pelo próximo pra concluir a minha opinião.

Citar cadernos da morte deixou previsível? Sério? O que deixou previsível o quê exatamente?? Constrangido

E ão é "chicletes assassinos". É um cara que tem que convencer as pessoas da sala dele a induzir chicletes envenenados, para que com esse atributo ganhe a possibilidade de se transformar em shinigami... Eu acho que nada assim foi pensado, então achei que fosse boa ideia Suspect

vlw pelo coment Cool

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

#7 Re: SLAY BUDDIES em 14/9/2012, 12:12 am

goldslash

Usuário Nível 4
Usuário Nível 4

avatar
Hehe , é tinha te falado uma vez do DN, mas se mudou bastante então tinha tirado um pouco...

E ficou legalzão daí Cool

Ver perfil do usuário

#8 Re: SLAY BUDDIES em 15/9/2012, 2:11 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
goldslash escreveu:Hehe , é tinha te falado uma vez do DN, mas se mudou bastante então tinha tirado um pouco...

E ficou legalzão daí Cool

É tinha ficado fic pakas kkkk Ai ce falou ai eu mudei, então ficou meio falando sem falar de DN Epic kkk

vlw Cool

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

#9 Re: SLAY BUDDIES em 18/9/2012, 3:17 am

goldslash

Usuário Nível 4
Usuário Nível 4

avatar
Muito boa... Como sempre eu sei q suas merecem A em todas...
Mas essa ficou legal, porém n chega a ser das suas melhores...
Foi mto melhorada.
Como vc faz mta história top...

Essa vou dar "B". Pelo feedback e pelo nivel das suas outras.
Mas quaquer coisa mudemo.

Ver perfil do usuário

#10 Re: SLAY BUDDIES em 18/9/2012, 7:02 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
VLw mano... É por enquanto ele tá meio fraquinho, mas acho que melhora um pouco no cpaítulo 3(espero) kkk Very Happy

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

#11 Re: SLAY BUDDIES em 18/9/2012, 9:27 pm

Mr Chaos

Usuário Nível 5
Usuário Nível 5

avatar
Desculpe a demora Dariks.

Não sei se vai mudar algo depois mas até agora eu só vejo Light (Char) , Riuk (Rynoe) e qualquer garota que aparece em Death Note que é apaixonada pelo Light com aquele inocência, sabe (Hanekawa).
Bom, eu posso estar completamente equivocado em dizer isso, mas por enquanto é o que eu vejo.

Ver perfil do usuário

#12 Re: SLAY BUDDIES em 18/9/2012, 9:42 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
Mr Chaos escreveu:Desculpe a demora Dariks.

Não sei se vai mudar algo depois mas até agora eu só vejo Light (Char) , Riuk (Rynoe) e qualquer garota que aparece em Death Note que é apaixonada pelo Light com aquele inocência, sabe (Hanekawa).
Bom, eu posso estar completamente equivocado em dizer isso, mas por enquanto é o que eu vejo.


huahauha é isso ae, foi assim que eu pensei o começo mesmo, mas depois vocês vão ver que é bem diferente de DN, tipo que eu peguei só o "cenário" msm, tipo o lance de pensamento e batalha mental e tals. Mas as diferenças vão ficar mais evidentes no decorrer na hist.

Tipo, pode parecer que o Char é só mais um pseudo-Raito, mas eles são bem diferentes, quanto ambições, inteligência até, e o Char digamos q é mais cruel, pq ele odeias humanos e acha os shinigamis superiores e bla bla bla, e o Raito considera os shinigamis incomparavelmente inferiores(algo assim).

Ah e o Rynoe seria mais ou menos um Ryuuku msm, mas só q mais independente . Eu tentei seguir um pouco da personalidade dos shinigamis de DN msm, mas isso tmbm vai diferenciar no decorrer da hist...

E quanto a garota, já matei... quero dizer, o Char já matou ela, então.... kkkk

Esse que é meu objetivo, vou tentar deixar mais claro nos próximos capítulo, vlw pela dica man Cool

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

#13 Re: SLAY BUDDIES em 17/10/2012, 5:55 pm

Matrixcasa

Usuário Nível 4
Usuário Nível 4

avatar
UP...

bem, a idéia de chiclete assasino só não ficou bizarra por um motivo: provavelmente os shinigamis da história inventou isso em forma de chiclete porque os humanos gostam muito, mesmo assim ficou umpouco bizarro, fora isso... tente colocar explicações pequenas em todo o roteiro e não uma explicaçõ grande no ínicio e explicações estremamente pequenas pelo meio do roteiro, num sei se expliquei bem mais é isso ae Smile

Ver perfil do usuário

#14 Re: SLAY BUDDIES em 17/10/2012, 8:28 pm

Dariks

Usuário Nível 6
Usuário Nível 6

avatar
Entendi o que você quis dizer XD

Tipo que é pra eu dividir mais as explicações por todo o texto, e não só concentrá-la em uma parte, correcto?

É verdade, que nos início e tals, é onde as explicações e descrições se concentram. Mas é pelo motivo de a maior parte do texto ser regido por momentos de diálogo(e pensamentos), e tipo que nesses diálogos não tem muito o que descrever e explicar e tals, a não ser a expressões e pequenas ações e tudo mais... Ai acho que acabei fazendo isso kkk

Vlwzão pela dica cara al

Ver perfil do usuário http://dakayaroshy.blogspot.com

Conteúdo patrocinado



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum