Como podem ver estou fazendo algumas mudanças no fórum, por isso pode ficar um pouco instável ou bagudo ate que corrija todos os erros
Parceiros
Os membros mais ativos do mês
6 Mensagens - 21%
5 Mensagens - 18%
3 Mensagens - 11%
3 Mensagens - 11%
3 Mensagens - 11%
3 Mensagens - 11%
2 Mensagens - 7%
2 Mensagens - 7%
1 Mensagem - 4%
Carregando...

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Usuário Nível 0
Usuário Nível 0
Medalhas De Ouro: : 1
Sexo : Masculino
Mensagens : 64
Reputação : 0
Idade : 23
Localização : Belém/PA
Ver perfil do usuário

(Roteiro) - Jubileus seven

em 30/9/2012, 4:08 pm
Yo!

Estou meio parado nas minhas criações, por causa da bendita escola. Focando mais nas competições '-'

O roteiro q eu to postando aqui, já é uma ideia antiga, fiz algumas alterações nele. Ele é tbm fruto d umas dessas competições da vida ^^ É um one shot, com um final aberto, medieval/ ficção cientifica. Segue abaixo sinopse e o capítulo. Dividi em três partes pq m falaram q meus capítulos são enormes e cansativos .-.

Sinopse:
Spoiler:
Jubileus 7, conta a história de Jeike Crow um garoto de 18 anos que tem sua vida mudada após encontrar um raríssimo item feito de uma tecnologia desconhecida de uma civilização extinta, chamados de Jubileus.

Jubileus seven - Parte 1

Spoiler:
*De uma cabana, sai um garoto correndo, uma mulher aparece na janela da cabana*

Mulher: Jeike! Não esqueça de trazer carne.

Jeike: Não vou esquecer, mãe!

*Agora, Jeike esta andando pelo seu vilarejo, até que avista uma linda moça, trajando um vestido branco toda enfeitada, ela esta comprando algo de um comerciante, e ao seu lado esta uma senhora. A moça avista Jeike. Jeike começa a ficar nervoso*

Moça: Olá, Jeike, como vai?

Jeike: Err... Oi, Lya.

Lya: Faz tempo que não te vejo. Aconteceu algo?

Jeike: Ah! É que eu estou meio ocupado... E você o que faz aqui tão longe do castelo?

Lya: Resolvi passear pelo vilarejo, sair um pouco daquela prisão que meu pai chama de lar. Acabo de comprar esse colar daquele comerciante, não é bonito?

Jeike: Fica lindo em você.

*Lya fica meio vermelha. E Jeike percebendo, fica sem jeito*

Jeike: Eh! Eu quis dizer o colar! Mas, não quer dizer que você seja feia, eu acho você muito bonita!OH! Não! Por favor não me leve a mal! Aah...

*Lya sorrir*

Lya: Eu entendi, Jeike. Não se preocupe.

*A senhora chega próximo de Lya*

Senhora: Lya, precisamos voltar para o castelo, seu pai já deve estar preocupado.

Lya: Ah... Está bom, tenho que ir, Jeike. Adeus.

Jeike: Adeus...

*Jeike fica parado, vendo Lya ir embora, lembrando-se do seu passado*

Jeike (pensamento): Lya...

*Inicia um flashback*

*Lya, quando criança, no jardim, solitária. Até que um garoto chega, pela floresta que existe atrás do castelo*

Lya: Jeike! Está atrasado! Pensei que não vinha hoje.

Jeike: Ah! Você acha fácil chegar até aqui sem os guardas notarem?!

Lya: Está bem, te perdoo. Vamos logo brincar!

*Jeike e Lya brincando no jardim. Até que, em um dia, Jeike esta indo ao encontro de Lya, passando pela floresta, só que ele é pego por um guarda. Ele é levado para uma espécie de calabouço. Jeike esta amarrado, então o rei aparece em sua frente*

Rei: Então é você o aldeão sujo que se encontra escondido com minha filha?!

Lya: Nós só brincam...

Rei: Silêncio! Só fale na minha presença quando eu lhe der permissão para falar.

*Ele esta saindo do lugar, o rei olha para o guarda*

Rei: Ensine boas maneiras para esse garoto.

Guarda: Sim, senhor!

*Jeike foi surrado naquele dia. Até que pela noite Jeike chega em casa cheio de hematomas e machucados*

Mãe de Jeike: Meu filho! O que foi que aconteceu com você? Quem fez isso?

*Jeike segura o choro*

Jeike: Eu ...me ...machuquei na floresta...só isso...

*Fim do Flashback*

Jeike (pensamento): Eu fui proibido de voltar a ver Lya e se eu abrisse a boca pra contar o que aconteceu para alguém, eles disseram que me matariam. Porém, mesmo depois desses anos e de tudo isso, eu ainda continuo a gostar da Lya.

*Jeike volta a si, pega um saquinho de moedas que trazia no bolso*

Jeike: Ainda tenho que ir comprar a carne.

*Furtivamente, um homem pega o saco de moedas da mão de Jeike, e sai correndo*

Jeike: Ei! Volta aqui!

*Jeike começa a perseguir o ladrão, eles se dirigem para a floresta. Ao chegar, mais fundo na floresta, Jeike o alcança, ele se joga em cima do ladrão que cai. O ladrão tenta tirar uma faca, mas é desarmado por Jeike e imobilizado*

Jeike: Pensou que poderia escapar, é?

*Nesse momento, outros homens aparecem de trás das árvores e tentam encurralar Jeike. Eles estão todos de pequenas facas na mão*

Ladrão: Você está morto.

*Jeike então larga o ladrão que estava imobilizando e corre pela floresta desesperado. Até que sem perceber ele escorrega e cai numa parte baixa da floresta*

Ladrão #1: Ele esta lá embaixo!

Ladrão #2: Peguem ele!

Jeike: Maldição!

*Jeike continua correndo, até que acha um pequeno riacho que fica próximo de uma pequena cachoeira*

Jeike (pensamento): Preciso achar um esconderijo... Aquela fenda atrás da cachoeira parece servir.

*Depois os ladrões chegam ao mesmo local em que Jeike, antes estava*

Ladrão #1: Onde ele foi?

Ladrão #2: Maldito, não vai fugir tão fácil assim!

Ladrão #3: Vamos por aqui!

*Jeike observa tudo do seu esconderijo, na fenda, atrás da cachoeira*

Jeike: Ufa! Foi por pouco...

*Jeike observa que a fenda, é uma entrada para uma caverna, ele se espreme até que consegue passar*

Jeike: É bom esperar aqui um pouco.

*Jeike então nota algo dentro da caverna, um objeto em formato de disco metálico, cravado na parede da caverna. Aquilo chama muita atenção de Jeike que se aproxima*

Jeike: Mas, que coisa é essa?!

*Então ele toca no objeto que estava cravado na parede da caverna. O objeto começa a ressonar, e subitamente, Jeike começa a ter visões*

Jeike: Mas, o quê?!

*Jeike vê seres humanos vestindo trajes brancos esquisitos. Ele vê uma grande cidade futurística sofrendo várias explosões, ele vê o mesmo objeto que esta cravado na parede da caverna, agora na mão de um homem, esse homem coloca o objeto em um foguete, Jeike vê sete foguetes sendo disparados para o espaço, logo em seguida uma mega explosão do planeta como um todo acontece, Jeike observa tudo do espaço*

Jeike: O QUÊ ESTÁ ACONTECENDO?! AAAAAAAAAAHHHHH!

*Jeike vê uma luz intensa ofuscando sua visão. Então, uma enorme luz sai do objeto que esta na caverna onde Jeike esta tocando e não consegue soltar. A luz se espalha por todos os lugares, logo em seguida a caverna explode com uma super onda de impacto que sai de dentro dela. Jeike é arremessado para fora*

Jeike: AAAAAAAAHHHH!

*Os ladrões que estava por perto, notam a luz*

Ladrão #1: O quê é aquela luz?

Ladrão #2: Vamos dar uma olhada!

*Em uma cabana bem rudimentar, na floresta, um homem observa o fenômeno luminoso*

Homem: Isso só pode ser...

*Jeike então se levanta e percebe que a cachoeira foi destruída e em seu braço direito agora existe um bracelete metálico e escrito: “Jubileus 7”*

Jeike: O que aconteceu aqui?! O que é isso no meu braço?! Por que não consigo tirar?!

Ladrão #1: Ele esta ali!

Ladrão #2: Atrás dele!

Ladrão #3: Não o percam de vista!

Jeike: Maldição, preciso sair daqui e rápido.

*Então um dos ladrões arremessa uma pequena faca que acerta na perna de Jeike, o fazendo cair no chão*

Jeike: UGH!

Ladrão #1: Peguem ele!

*Então, quando os ladrões já estão bem próximos, o bracelete começa a sofrer mudanças de forma, ele vira um fluído metálico que corre pela mão de Jeike e se transforma em uma espada, na lâmina tem a inscrição: “Jubileus 7”*

Jeike (pensamento): O bracelete se transformou nessa espada?!

Ladrão #1: O que foi isso?

Ladrão #2: Como aquela espada surgiu na mão dele?

Ladrão #3: Isso é algum tipo de magia!

Ladrão #4: Quietos! Não recuem, é só uma espada, na mão de um homem morto.

*Jeike então empunha a espada, de forma nada confiante*

Jeike: Nem mais um passo! Ou eu...

Ladrão #4: Ou o quê? Você nem consegue segurar a espada direito! Mas não posso culpá-lo, é o medo da morte certa.

*Então o ladrão arremessa uma outra pequena faca que acerta o ombro esquerdo de Jeike*

Jeike: UGH! Maldito...

*O ladrão então corre para cima de Jeike*

Ladrão #4: Morra!!

*Jeike então levanta a espada na direção do ladrão, em uma forma inútil de sobreviver, e da espada começa a surgir uma energia que se concentra na ponta da mesma, em forma de bola. O ladrão para e num instante, toda a energia é liberada na forma de um disparo que destrói toda a parte superior do corpo do ladrão*

Ladrão #1: Mas... O quê...

Ladrão #2: Magia negra! Ele é algum bruxo!!

Ladrão #3: Isso é coisa do demônio! Fujam!

*Os ladrões fogem com medo, enquanto que Jeike, ainda em estado de choque, olha para a espada se desfazendo, numa forma fluída e virando o bracelete de novo, no seu braço direito. Logo em seguida, Jeike desmaia. Um homem observa de perto*

Homem: Cheguei muito tarde...

Parte 2

Spoiler:
*Já é noite e Jeike acorda, em uma cama feita de feno, ele está em uma casa bem rudimentar de madeira, seu corpo dói, porém seus ferimentos foram tratados, existindo um pano amarrado sobre eles. Ao sair da cabana, ele encontra um homem perto de uma fogueira, ele come algo*

Homem: Sente-se e coma um pouco.

*Jeike senta perto da fogueira e do homem, pega uma carne que esta espetada em um galho de madeira*

Homem: Coma, vai ajuda-lo a recuperar as forças.

Jeike: Quem é você?

Homem: Pra você, acho que eu seria um deus.

Jeike: Qual é o seu nome?

Homem: Sendo eu deus, tenho vários nomes.

*Jeike se levanta e segura o homem pela roupa*

Jeike: Estou falando sério! Quem é você?

*O homem então dá um suspiro de desânimo*

Homem: Certo, direi tudo o que você quiser saber sobre mim e sobre esse bracelete.

Jeike: Você... Você sabe algo sobre isso?

*Jeike solta o homem, e ele senta novamente. Jeike também se senta*

Homem: Meu nome é Khao e tudo que eu direi aqui pode parecer loucura, mas garanto-lhe que não é.

Jeike: Estou ouvindo.

Khao: Eu não sou uma pessoa normal, como você, porque não sou daqui, vim de um outro lugar, bem distante.

Jeike: Você veio de qual reino?

Khao: Não, eu quis dizer que vim de lá.

*Khao aponta para o céu noturno*

Jeike: Você veio do céu?!

Khao: Isso mesmo, vim de um lugar parecido como este, chamado Loa, com pessoas um pouco semelhantes como as daqui.

Jeike: Você é louco.

Khao: Eu avisei que pareceria loucura.

Jeike: Prove o que fala, prove que você veio do céu.

*Khao tira um pequeno cubo com um botão no meio e dá para Jeike*

Khao: Aperte no meio.

*Jeike aperta o botão e a imagem de uma mulher com uma criança juntas sorrindo aparece como um holograma*

Jeike: Woh! Que mágica é essa?!

Khao: Não é mágica, é ciência.

Jeike: É o quê?!

Khao: Você não entenderia se eu explicasse.

Jeike: Quem são essas pessoas?

Khao: Minha mulher e minha filha...

Jeike: Você então é um homem do céu e ainda tem uma família?

*Khao pega o cubo da mão de Jeike. Khao olha o holograma*

Khao: Eu tinha... Eles estão mortos agora.

*Khao pega o braço direito de Jeike, o que tem o bracelete. Ele então com o dedo indicador faz uns símbolos no bracelete*

Jeike: Ei, o que esta fazendo?

Khao: Ver por si próprio vai ser mais fácil pra você acreditar e entender.

*Nesse instante, Jeike começa a ter visões de uma enorme cidade futurística*

Khao (voz): Essa é minha casa, meu lar, Loa. É um lugar parecido com a Terra, e com pessoas parecidas como os humanos. É um planeta bem distante daqui.

Jeike: UAU!! É o maior e mais estranho reino que eu já vi!

Khao (voz): Nós, loanianos, tivemos uma evolução parecida com a dos seres humanos, temos alguns padrões semelhantes, como nossa aparência, nossa linguagem, incrivelmente, loanianos e humanos usam os mesmos caracteres e jeitos para se comunicar...

Jeike: Eu não entendo o que está falando, Khao. Seja mais simples.

Khao (voz): Certo, passarei para o que é importante você saber e ver.

*Agora, Jeike esta dentro de uma enorme sala, com várias telas e pessoas, semelhantes a cientistas, eles analisam gráficos e dados que chegam*

Jeike: Onde estamos?

Khao(voz): De forma simples, isso é uma sala de controle onde vemos se estamos correndo algum perigo, seja por alguma ameaça externa, seja ela interna, seja de causa natural ou não.

*Um alarme começa a soar, todas as pessoas da sala começam a correr de um lado para o outro, desesperados*

Jeike: O que está acontecendo? Por que todo esse pânico?

Khao (voz): Um sinal de catástrofe nível 5 foi detectado.

Jeike: O que isso quer dizer?

Khao: Isso é algo terrível, vocês humanos, chamariam de Apocalipse. Bom, para nós, ele chegou cedo e rápido, mais rápido do podíamos notar. Então, automaticamente, colocamos o plano Jubileus para funcionar.

Jeike: Jubileus?

Khao: (voz): Quando o alerta de catástrofe nível 5 foi emitido, o plano Jubileus seria uma forma de perpetuar nossa raça, uma forma de manter viva Loa. Todo o conhecimento, toda a tecnologia, tudo, foi transformado em dados e armazenado em 7 peças de Trimatita...

Jeike: O quê? Como assim? O que é essa Trimatita?

Khao (voz): É um material novo que na época, recentemente, havíamos desenvolvido e descoberto algumas propriedades únicas. Esse material é o que forma seu bracelete, ele é feito de Trimatita, ele contém dentro uma parte de meu planeta extinto Loa.

Jeike: Uma parte de Loa... Está no bracelete?!

Khao (voz): Isso, antes da catástrofe acontecer, foram mandados pra Terra, 7 peças de Trimatita, sendo que, cada peça têm dentro de si, uma parte do planeta, com elas juntas pode-se reconstruir Loa novamente.

Jeike: Isso é possível? Refazer um mundo que foi todo destruído?

Khao (voz): Sim, eu fui mandado para Terra para procurar essas 7 partes e uni-las novamente, dessa forma poderei salvar minha raça. Dentro das 7 partes, juntas, existe o poder de criar Loa.

*Jeike agora esta no espaço vendo Loa explodindo, uma mega explosão que transforma o planeta em cinzas e fogo*

Jeike: Isso realmente é algo de deuses, de outro mundo...

Khao (voz): Foi me dado uma missão, a de procurar essas peças de Tramatitas, chamadas de Jubileus. E uma delas esta no seu braço agora.

*Então toda aquelas visões desaparecem e Jeike se vê novamente, ao lado de Khao, perto da fogueira*

Jeike: Eu já tentei tirar o bracelete só que parece estar preso.

Khao: Isso é porque uma vez a Tramatita se aloja no hospedeiro, ela se uni a nível molecular...

*Khao olha a cara de desentendido de Jeike*

Khao: Quer dizer que ela não vai sair de jeito nenhum. E eu peço que você não tente forçar pra tirar ela porque...

*Jeike olha a cara tensa de Khao*

Khao: Porque uma vez unida à pessoa, ela não pode ser removida, a não ser que se possa unir as 7 Jubileus novamente, mas caso contrário, se ela sair do atual hospedeiro ela pode criar uma enorme explosão.

Jeike: O quê?! Quer dizer que se isso sair do meu braço, eu posso morrer?!

Khao: Só não tente tirá-la e isso não será problema. Outra coisa importante: A espada que você viu durante a luta com aqueles caras, é uma forma da Jubileus proteger seu hospedeiro. Toda vez que ela perceber que existe algum perigo ela tomará aquela forma, para ajudá-lo, e aquele disparo de energia é um dos fortes poderes ocultos que a Jubileus tem.

Jeike: É muita coisa pra minha cabeça! Eu preciso descansar um pouco, e pensar em tudo isso...

Khao: Uma boa noite de sono ajudará a você.

*Ainda pela noite, em um outro lugar, em um outro vilarejo, em uma taverna, homens bebendo em uma mesa*

Homem #1: HAHAHAHAHAHAHAHAHA! Então quer dizer que esse garoto tinha uma espada mágica huh?

Homem #2: E ela ainda solta magia da ponta que destrói tudo ao seu redor?!

Homem #3: Chega de bebida para você, meu amigo, HAHAHAHAHAHA!

*O homem #4 era um dos ladrões que atacou Jeike antes e que conseguiu fugir*

Homem #4: Mas, eu juro que é verdade, a espada era mágica, tinha uma inscrição, Jubileus, eu acho... E ela matou um do meu bando, destroçando a parte de cima do seu corpo, em instantes! Nunca vi nada igual, tenho certeza que era magia, e era magia negra!

Homem #1: Certo, certo...

*Um outro homem chega perto do homem #4*

Homem: Em que reino isso aconteceu?

Homem #4: E quem é que quer saber?

*O homem então segura o homem #4 pela roupa e o levanta*

Homem: Diga-me, agora.

*Então um dos outro homens que estava bebendo, o homem #3 pega uma cadeira e acerta na costa desse homem. Ele então larga o homem que estava segurando pela roupa*

Homem: Vocês estão todos mortos!!

*Uma súbita luz sai da taverna e destrói tudo. O homem sai andando*

Homem: Posso sentir... Está perto.

Parte 3

Spoiler:
*Na cabana de Khao, Jeike acorda do seu sono, atordoado*

Khao: O quê foi?

Jeike: Ah...Ah... Eu não sei direito mas alguém está vindo. E acho que ele possui uma Jubileus.

Khao: Isso não é bom, nada bom... Se as outras Jubileus cair em mãos erradas, ela pode se tornar uma arma mortal.

Jeike: O que faremos?

Khao: O único que pode parar uma Jubileus é outra Jubileus, dessa forma mesmo que você mate o outro hospedeiro, não ocorrerá a explosão, pois a Jubileus do perdedor, se unirá a do vencedor.

Jeike: Como você sabe disso tudo?

Khao: Em Loa, eu era um militar, um soldado. Porém, fui instruído de toda a informação por parte das Jubileus, bom... Toda a informação que até então sabíamos, pois ainda existem coisas na Tramatita que ainda não sei ao certo...

Jeike: Então, só eu posso parar outra Jubileus?

Khao: Sim, você precisa lutar com esse outro humano que também possui a Jubileus.

Jeike: Mas... Mas, eu não sei lutar! Eu... Eu não posso! Não sou tão forte assim. Não posso lutar contra ele!

Khao: Escute, Jeike, as Jubileus chamam uma pela outra, elas sentem a presença delas mesmas, ele virá atrás de você quer você queira ou não. Você precisa lutar! Caso, contrário morrerá!

Jeike: Maldição! É impossível! De certo, vou morrer! Deus, e agora...

Khao: Não se preocupe, Jeike, eu irei treina-lo, com meus conhecimentos em combate eu posso passar para você o que sei.

Jeike: Mesmo assim, ainda não me sinto confiante para isso...

Khao: No momento certo, você será. Começaremos o treino pela manhã. Descanse.

*Pela manhã, Khao e Jeike estão na floresta, para começar o treino*

Khao: Jeike, a Jubileus obedece a estímulos do seu corpo. Tente agora, imaginar a espada, dê a ordem para a Jubileus e ela o obedecerá.

*Jeike então se concentra, e imediatamente a Jubileus se torna fluída, e se transforma em uma espada*

Jeike: Consegui! Até que não é tão complicado.

Khao: Certo, agora poderemos iniciar o treino.

*Khao ensina manejo de espada para Jeike, e ele treina incessantemente*

Khao: Vamos, agora ao controle da energia, lembre-se que tudo é sua concentração, porém advirto-lhe que quanto mais energia você usa, mais eu corpo sente com isso, então não abuse.

Jeike: Certo, vamos ver... Concentração...

*Nesse instante, uma energia luminosa correr da lâmina para a ponta, mas se desfaz*

Jeike: Não consegui...

Khao: Controlar isso não é tão fácil assim. De novo!

*Tenta e tenta mas sempre falha, até que em uma dessas tentativas. Ele consegue disparar um raio de energia. Que destrói uma fileira de arvores*

Jeike: Eu consegui.... Realmente, eu consegui!

Khao: Hmmm, muito bom.

*Eles treinam de dia e noite, seguidas. Enquanto o homem que possui outra Jubileus se aproxima ao longe, andando*

Homem: Perto... Muito perto...

*Até que, uma explosão acontece no reino, pessoas gritam. Jeike então nota algo, e enxerga a fumaça vinda do reino*

Jeike: Ele chegou!

Khao: Precisamos ir. Agora!

*Na entrada do castelo, guardas do rei se aproximam pra parar o invasor*

Guarda #1: Parado! Renda-se!

Guarda #2: Atacar homens!

*Um grupo de soldados vem em direção do homem, que sorri*

Homem: Vermes, não são nada diante do meu poder!

*Ele tira então a camisa, e no cinto, existe uma inscrição: “Jubileus”, o cinto virá fluído e corre para a mão do homem, e se transforma em um machado. Do machado sai uma energia luminosa que corta todos os guardas, num golpe*

Guardas: AAAAAAHHHH!!

*Então, o homem chuta a porta do palácio,e mais soldados aparecem. O homem é imperdoável e mata todos com sua Jubileus em forma de machado. O rei se encontra na sala real, junto com sua filha Lya, e guardas na frente da porta bloqueando*

Lya: Pai, o que está acontecendo?

Rei: Filha, não há nada a temer...

*Então, a porta é cortada, o homem entra, os guardas tentam atacar mas são mortos, fatiados*

Rei: Quem é você? O que quer?

Homem: Hmm... Sinto algo aqui... Está perto.

*Então ele se aproxima do rei, que tenta proteger sua filha. O homem dá um murro no rei que cai*

Homem: Hmmm... Sinto algo...

*Ele se aproxima de Lya*

Lya: Por favor, não me machuque.

*Do lado de fora, Jeike chega próximo ao castelo, junto com Khao*

Jeike: Pelos cadáveres, vejo que ele já passou por aqui.

*Um guarda ferido, segura o braço de Jeike*

Guarda: Precisa.... Ajudar... Ele vai matar o rei e a princesa... UGH!

*Guarda morre e um grito de mulher vem de dentro do castelo*

Jeike: LYA!!

*Jeike então olha para uma catapulta que está próximo*

Jeike: Khao! Me ajude.

Khao: O quê pretende fazer?

Jeike:Tive uma ideia!

*Eles viram a catapulta em direção a sala real que fica em uma das torres do castelo. Jeike sobe*

Khao: Você quer fazer mesmo isso?

Jeike: Vamos! Eu preciso salvar Lya!

*Khao então corta a corda com uma espada, lançando assim Jeike em direção a enorme janela da sala real*

Jeike: LARGA ELA!!

Lya: JEIKE!

*O homem estava segurando Lya pelo braço, imediatamente o bracelete de Jeike virá a espada. Ele desfere um golpe no homem, que larga Lya e defende com seu machado*

Jeike: Deixe-a em paz!!

*Com um golpe de espada, Jeike consegue fazer com que o homem se afastasse de Lya*

Jeike: Lya, você está bem?

Lya: Cuidado, Jeike!

*O homem vem na direção de Jeike, ele desfere um golpe de machado, Jeike defende, mas o impacto o faz ser arremessado na parede. O homem realiza outro movimento com o machado, só que utilizando a energia, Jeike se esquiva, o golpe abre uma fenda na parede*

Jeike: Minha vez! AAAAAHHH!!

*O homem bloqueia, e em outro golpe, o homem acerta Jeike que é arremessado próximo de Lya*

Lya: JEIKE!! NÃO!!

*O homem com um movimento de machado, usando a energia, que vem na direção de Jeike, que está jogado no chão. Porém, Lya se coloca no meio, antes da energia cortante chega a Jeike*

Jeike: Lya! Não faça isso!!

*Nesse instante, aparece um enorme escudo na mão de Lya, é outra Jubileus que desperta*

Homem: Hmmm... Sabia que sentia algo vindo de você.

Jeike: O quê?! Mas como você conseguiu isso?

Lya: Eu não sei... Isso saiu do meu colar.

Jeike (pensamento): Eu me lembro... Ela comprou o colar daquele comerciante, então era uma Jubileus, afinal!

Homem: Você acaba de se tornar meu alvo também!

*O homem vem pra cima de Lya, ele concentra bastante energia e aplica um super golpe no escudo, que quebra acertando Lya em cheio*

Jeike: NÃÃÃÃÃO!!!

*Jeike segura o corpo de Lya antes de cair no chão, e vê a vida de Lya deixando seu corpo. O colar, que era uma Jubileus, virá fluído e se agrega a espada de Jeike. Jeike chora no corpo da amada*

Jeike: não... não, Lya, você não pode morrer...

Homem: O poder dela se agregou ao seu, logo, o de vocês dois será meu.

*Uma incrível energia começa a sair do corpo de Jeike*

Homem (pensamento): O quê?! Que poder é esse? Será que foi por causa da união dos poderes?

*Jeike se levanta, a espada toma uma forma diferente, e o fluído metálico cresce pelo braço todo de Jeike. Jeike olha mortalmente, para o homem*

Jeike: Você vai morrer, maldito! AGORA!!!

*Então, Jeike impunha a espada em direção ao homem, uma grande quantidade de energia se concentra na ponta da espada, uma bola maior de energia se forma, então o disparo acontece, o homem parado de terror, não consegue se mexer e é pulverizado totalmente, tudo no raio de alcance do disparo é destruído por completo. Khao então chega, onde a batalha acontecerá*

Khao: Jeike...

*Khao olha para Jeike e percebe que um fluído metálico da Jubileus do homem sobe pelo corpo de Jeike e se une a espada, logo em seguida tudo se desfaz e o bracelete é formado de novo no braço de Jeike. Ele esta ajoelhado junto do corpo de Lya*

Jeike: Não... Não, volta, volta, por favor...

*Ele olha para Khao, com lágrimas nos olhos*

Jeike: Por favor, eu sei que você é superior a um mero mortal que nem eu, com sua sabedoria, salve-a!! Eu lhe imploro! Faço qualquer coisa, mas salve-a!!

Khao: Até mesmo loanianos, não descobrimos a fórmula da vida, Jeike... Eu sinto muito.

*O rei se aproxima*

Rei: Minha filha... Minha querida filha... Você é aquele garoto, eu sabia desde o inicio que nada de bom viria de você, e olha agora... Minha filha está morta por sua causa!!

Jeike: Se você ainda me escuta, Lya, eu quero que saiba que... Eu sempre te amei.

*Nesse instante, o bracelete começa a brilhar, e um fluído metálico escorre pelo corpo de Lya, curando o ferimento, seu coração volta a bater e sua respiração volta. Todos ficam surpresos com isso. Depois, o fluído volta novamente para o bracelete*

Jeike: Eu sinto... O coração voltou a bater!! Ela está viva!

Rei: Lya! Minha filha! Mas, porque ela não acorda!

*Khao chega mais próximo*

Khao: Hmm... Ela está em coma.

Rei: O que é isso? Uma enfermidade? Tem cura?

Khao: Não é de fato uma enfermidade, é um estado do corpo onde que a pessoa, basicamente, dorme um sono profundo, ela continua viva, porém em um sono onde não poderá acordar.

Jeike: Ela ficará assim para sempre?

Khao: Já vi gente acordar de coma por si próprio, mas nesse caso, pelo o que aconteceu aqui, eu realmente não sei lhe responder, Jeike...

Jeike: Existe algo que eu possa fazer para ajuda-la?

Khao: Hmmm... De fato, o poder das 7 Jubileus unidos, gera uma força, um poder tão grande que até mesmo pode reconstruir Loa, creio que esse mesmo poder pode salvá-la desse estado. Se conseguirmos as 7 Jubileus podemos salvá-la.

*Jeike então se levanta e olha para o Rei*

Jeike: Rei, peço-lhe que cuide do corpo de Lya até a minha volta, eu voltarei trazendo a cura. Isso é uma promessa!

*Jeike e Khao saem do castelo. Então, na casa de Jeike, ele sai carregando uma pequena bolsa, e encontra Khao lhe aguardando*

Khao: Tudo pronto?

Jeike: Sim.

*Da janela da casa, sua mãe aparece*

Mãe de Jeike: Jeike! Meu filho...

Jeike: Mãe! Eu já lhe disse que eu preciso ir nes...

Mãe de Jeike: Eu sei, filho! Você é igualzinho ao seu pai... Tome cuidado e volte inteiro para casa.

Jeike: Eu voltarei, prometo.

*Então Khao e Jeike pegam a estrada rumo a jornada atrás das outras Jubileus espalhadas pelo mundo*

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Meus roteiros:
Spoiler:
Roteiro: Serial-K
Roteiro: G.A.I.A
Roteiro: Dragonom
Roteiro: Shibo Yugi
Roteiro: SOS Love Spirit
Roteiro: Dead Zone Zombie
Roteiro: SMS For Love
Roteiro: Jubileus Seven
Roteiro: D-Tecnolife
Roteiro: Yume no Kami
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum