Inventaku
Olá,

Seja bem-vindo a Inventaku .

Caso queira se registrar, clique em ''REGISTRAR-SE''
Se ja for membro clique em ''LOGIN''.

Agradecemos pela visita.

Boa diversão!!
Inventaku

Onde a Criação não tem limites .

Relogio
Parceiros

Parceiros







Membros mais ativos

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

A. Diandra

Usuário Nível 1
Usuário Nível 1

avatar
.
Título: Paradigma
Gênero: Sci-Fi/Drama/Romance/Suspense/Ação

Observação: Apesar de que haverá participação de vários países em Paradigma, a história acontece no Brasil, precisamente em São Paulo. No entanto, como citei anteriormente, algumas vezes será ambientada em outras cidades, países, e até mundos...


Sinopse:
Spoiler:
Num contexto em que a humanidade empenha-se em manter o equilíbrio entre todas as nações, a Sociedade 8 se tornou o pilar de sustentação para tal ‘paz’, anteriormente rompida por guerras devido ao esgotamento dos recursos naturais e diversos outros fatores que ocorreram por consequência desse fato.
No ano de 2036, Sociedade 8 é uma organização privada multinacional de grande renome, que em acordo com as Nações Unidas e o G8, estabeleceu sedes e unidades em quase todos os países. Fundada há 50 anos, a empresa é um centro cientifico que visa à proteção do ser humano e do planeta Terra, desde que acontecimentos como catástrofes naturais, esgotamento dos recursos naturais, novas doenças e seres desconhecidos apelidados de ‘invasores’ passaram a assombrar a humanidade.
No entanto, tamanha influencia sobre todos geram opiniões controversas, e da massa adoradora surgem questionadores, entre eles o inteligente jovem Neron. Sem saber o que realmente procura para si, acata a vontade de sua família e mesmo não aceitando viver sob a sombra de seu falecido avô, um grande cientista que fez fama na Sociedade 8, decide entrar na empresa para também desfazer-se das dúvidas incertas sobre a organização. Diferentemente de sua espirituosa irmã mais nova Brianna, que recorre a tal emprego como um meio de fugir da solitária rotina que à cerca, buscando aventura e diversão através de uma profissão um pouco incomum para uma bela jovem de 17 anos.
Porém uma serie de acontecimentos desfaz completamente os planos iniciais dos dois irmãos. Ao conhecer um ‘invasor’, investigar sobre suspeitos assassinatos e conexões da Sociedade 8, ambos acabam por se envolver em situações perigosas e descobrir mistérios que colocam em duvida tudo o que acreditavam ser real e verdadeiro.



Considerações sobre a Sociedade 8:
Spoiler:
Fundada há 50 anos, a empresa é um centro cientifico que visa à proteção do ser humano e do planeta Terra, desde que acontecimentos como catástrofes naturais, esgotamento dos recursos naturais, novas doenças e seres desconhecidos popularmente apelidados de ‘invasores’ passaram a assombrar a humanidade. Basicamente, a empresa é divida em três categorias, porém todas trabalham em conjunto;
Centros Científicos e Médico: Através de pesquisas nos Centros Científicos e Médico que reúnem os mais brilhantes cientistas do mundo, são previstas catástrofes alarmantes que se não remediadas pela organização, alertam para evacuação de locais evitando assim muitas mortes. Pioneira em curas, vacinas e medicamentos, é onde ocorrem as maiores pesquisas sobre doenças. Além disso, são feitas pesquisas em seres vivos de origem desconhecida, cientificamente chamados de Simevollus.
Centros de Tecnologia e Biotecnologia: Responsável pela produção de equipamentos médicos avançados para garantir a inovação e rapidez nos cuidados com a saúde, assim como armas sofisticadas e eficazes para a segurança da população contra ataques e perigos oferecidos pelos Simevollus.
Centros de Capacitação de Soldados: Local onde são selecionados e treinados homens e mulheres com capacidades acima da média, submetidos a rigorosos treinamentos para a atuação em zonas de risco, seguranças de elite, salvamento de vidas em regiões ameaçadas por catástrofes e combates contra seres vivos desconhecidos e perigosos.



Capitulo 1. Achados e Perdidos.
Spoiler:
Capitulo 1: Achados e Perdidos.

Descrição: No inicio de uma noite chuvosa, Neron caminhava entre a multidão de pedestres, dirigindo-se ao trabalho. Dos diversos guarda-chuvas usados pelas pessoas, ele destacava-se sob, apenas, uma capa negra. Os respingos da água que agora caia fraca molhavam-lhe a face, mas ele não se importava. Seu olhar era distante, assim como seus pensamentos.

- Neron (Pensamentos/Narração): Procurar... O que eu realmente procuro? Será que todas essas pessoas procuram por algo, assim como eu? Existem em suas ideias, duvidas ou motivos para questões? Duvido. Parece fácil aceitar imposições. A realidade do mundo atualmente é hostil, o comodismo é atraente e arriscar-se é perigoso. Então por que minha mente se recusa a abrir mão dessa teimosia?

Descrição: Intervalando passos ritmados, espirrava agua em seus tornozelos quando pisava fortemente em pequenas poças. Num breve momento de silencio mental, ouviu um fragmento de conversa entre duas mulheres estacionadas em baixo de um toldo de uma loja.

- Mulher 1 (Fala): Mas foi noticiado na TV, transferiram o ‘monstro’ para cá...

- Mulher 2 (Fala): Depois de toda matança e destruição que ‘isso’ causou no Rio de Janeiro.... Será que acontecerá o mesmo conosco?

- Neron (Pensamentos/Narração): Os motivos são coisas aleatórias com um ponto em comum. Ponto esse que estive fugindo há alguns anos. Por mais que não quisesse voltar e aceitar as expectativas criadas para mim, todos os caminhos que eu tomava me levavam de volta a elas.

Descrição: O jovem lembrou-se subitamente de uma cena que ocorrera há tempos. Uma memória registrada por seus olhos, quando a beira de um extenso conjunto habitacional, dezenas de corpos humanos repletos de tiros chocou-lhe o espirito. Tiros que ele acreditava ter saído das armas dos soldados ali presentes, aqueles supostamente treinados para a proteção de todos.

- Neron (Pensamentos/Narração): Não, eu não acredito em destino. Acredito em oportunidades. Então, por que continuar fugindo das oportunidades que me foram dadas? ‘Usá-las-ei para acabar com minhas dúvidas’ - foi isso o que eu decidi ao vir para a Sociedade 8.

Descrição: Parou logo que chegou ao seu destino, à imensa estrutura cuja fachada iluminada exibia o nome; Sociedade 8.


*Mudança de ambiente*


Descrição: Dentro da empresa, precisamente no vestiário feminino, está Brianna. Ela e uma colega – Jade – trocam de roupas após o exaustivo treinamento para soldados recrutas.

- Jade (Fala): Ah, por que eu vim pra cá? – desanimada pelo cansaço, continua - Eu sempre fui boa nos esportes, mas isso já é um abuso! Eles pegam pesado demais, estou morta!

- Brianna (Fala): Não dá pra esperar menos de soldados que lidam com todo tipo de situação. – respondeu calmamente.

- Jade (Fala): Nem me fale...

- Brianna (Fala): Salvar pessoas de catástrofes naturais, fazer a segurança das Unidades, investigar contatos com os Invasores... Mas acima disso, fico imaginando como seria combater um deles...

- Jade (Fala): Você é louca, já viu na internet algumas imagens de como eles são? Parecem monstros...

- Brianna (Fala): Mas na internet têm de tudo, muitas coisas são montagens, talvez eles não sejam tão horríveis...

- Jade (Fala): Só que você notou o ambiente hoje, não notou?

- Brianna: ... – a jovem ficou muda, num sinal claro de concordância.

- Jade (Fala): Estavam todos com medo do ‘invasor’ que foi transferido para cá hoje à tarde.

Descrição: Brianna lembra-se do que aconteceu momentos antes, na chegada do Invasor transferido. Ela repassa mentalmente como foi.

- Brianna (Pensamento/Narração): Todos estavam apreensivos, e por isso, muitos comentários assustadores se espalharam entre os jovens e inexperientes recrutas. Eu sabia que muitas coisas que diziam eram invenções, como meu irmão que também trabalha na empresa, me alertara antes. Nós estávamos na plataforma de treinamento, onde a metade de cima da alta parede que faz divisa com o corredor central é de vidro transparente, por isso pudemos ver. O ‘invasor’ era transportado dentro de uma estrutura retangular parecida com um caixão, feito de algum vidro escuro, sobre uma armação com rodízios. Dezenas de soldados faziam a escolta, e ninguém além deles se atreveu a chegar perto daquele caminho.

- Jade (Fala): Ainda bem não aconteceu aqui na Sede o mesmo que na unidade vizinha. Seria horrível se ‘aquilo’ destruísse alguma coisa ou matasse mais pessoas. – tranquilizou enquanto abria a porta do lugar para sair, trazendo a companheira de volta a realidade.

- Brianna (Fala): Ainda bem... – recolheu rapidamente seus pertences e deu um pulo do acento ao notar Jade na porta. Fez uma pequena corrida até chegar ao lado da colega.

- Jade (Fala): Ei... você nem parece estar cansada, pare de ser tão chata, me dê um apoio moral ou finja pelo menos! – criticou enfastiada, escorando-se na porta.

- Brianna (Fala): Sabe, você é bem mimada e preguiçosa. – repreendeu com um pequeno sorriso divertido nos lábios ao sair.

- Diego (Fala): Eu quase desisti de esperar vocês, quanta demora só pra trocar de roupa! Vamos logo, já estou atrasado...

Descrição: As duas jovens se juntam ao rapaz impaciente que as aguardava do lado de fora do vestiário e seguem para a saída. Entretanto, no meio do caminho, cruzam com Neron que aparenta não notar o trio.

- Diego (Fala): Esse cara é estranho. Me falaram que não faz muito tempo que ele foi efetivado Soldado, mas parece que ele não conversa com ninguém. – murmura discretamente para que apenas o grupo ouça.

- Diego (Fala): Não gosto dele. Tem cara de esnobe, metido... – continua.

- Jade (Fala): Haha, você só diz isso por que ele é lindinho! – desdenha rindo do colega.

Descrição: Enquanto os dois jovens discutem Brianna permanece calada, porem, não consegue esconder o evidente desconforto ao ouvi-los falar sobre Neron.


*Mudança de ambiente*


Descrição: Dentro do vestiário masculino Neron está vestindo seu uniforme, quando um dos seus companheiros de serviço – Ruan - abre a porta abruptamente.

- Ruan (Fala): Neron aconteceu um problema grave, nós temos que ir para a sala de reuniões rápido.


*Mudança de ambiente*


Descrição: Assim que Brianna, Jade e Diego chegam ao pavimento de saída o grupo se despede apressadamente.

- Diego (Fala): Tenho que ir embora correndo para não perder o começo do jogo... Então até amanhã... – despediu-se a passos largos, já próximo a grande porta de entrada e saída.

- Jade (Fala): Preciso correr também, estou um pouco atrasada para um encontro com um admirador...

- Diego (Fala): O quê? Um encontro com um homem? – Gritou o jovem estarrecido.

- Jade (Fala): Ah, você ouviu? Bem... tchau Brianna, amanhã te conto os detalhes. – respondeu indiferente ao estado agitado do amigo.

- Brianna (Fala): Ok, boa sorte! – felicitou aos risos, achando engraçada a relação dos dois jovens.

Descrição: Jade corta a frente de Diego que a encara com olhar de poucos amigos.

- Diego (Fala): Ei, espere... – chama e vai atrás dela após a garota fingir não nota-lo.

Descrição: Brianna saí após perder os amigos de vista. Já na calçada do outro lado da Avenida, abre a bolsa e pega o celular que marca a hora; 7h40min.

- Brianna (Pensamento): Tenho que ir direto para a biblioteca entregar o livro, antes que ela feche e eu tenha que pagar multa. – fuça dentro da bolsa e se assusta ao não encontrar o que procura – Cadê o livro? Não, não, não... Onde é que eu deixei? Hum, será que deixei em casa ou... Dentro do vestiário!

Descrição: A garota atravessa a Avenida correndo e vai para a porta que acabara de sair, mas ao passar por ela encontra uma multidão de pessoas aglomeradas no que até momentos antes era um grande salão calmo. Observa alguns Soldados impedindo a passagem para os andares superiores enquanto um alarme soa.

- Soldado (Fala): Por favor, evacuem a área... – ele gesticula para as pessoas não ultrapassarem uma linha de segurança.

- Brianna (Fala): Com licença, eu poderia ir até o vestiário?

- Sodado (Fala): Mostre-me sua identificação. – ela faz como foi-lhe exigido e exibe o cartão à ele.

- Soldado (Fala): Sinto muito, é impossível. São ordens do diretor para todos os cidadãos e funcionários de nível abaixo de C; que se retirem imediatamente. – diz irredutível após uma breve analise.

Descrição: Surpresa porem ciente de que não havia chances de completar sua procura, decide ir para casa na esperança de talvez encontrar o livro esquecido lá. Mesmo assim, sai do local preocupada.

Descrição: Ao ir embora, Brianna caminha um pouco distraída, passando por algumas pessoas, lojas e estabelecimentos comercias sem ao menos nota-los, enquanto diverge consigo mesma.

- Brianna (Pensamento): Tamanha agitação na Organização, justamente hoje... Talvez seja a respeito do invasor... O que realmente aconteceu, será que ele está bem?

Descrição: Ela toma o celular em mãos, procura o contato nomeado Neron e começa a digitar uma mensagem: “Você está bem? O que aconteceu aí? Estou preocupada”. Após o envio sente-se incerta.

- Brianna (Pensamento): Acho que não deveria ficar enchendo o saco do Neron, afinal ele mesmo pediu para evitarmos qualquer tipo de contato e escondermos o fato de sermos irmãos... Mas ele tem me evitado até mesmo fora da empresa. Não tenho como não me preocupar, desde que ele voltou para o país tem parecido estranho...

Descrição: Brianna desvaneceu-se do que pensava ao avistar quatro grandes motos, cujos motores bramiam chamando atenção de todos, conduzidas por Soldados da Sociedade 8. Ela supôs que provavelmente algo sério havia acontecido.

Descrição: Prosseguiu mais alguns passos até onde a Avenida dava lugar a uma rua mais calma, quando outro som chamara-lhe a atenção, contudo dessa vez viera de suas costas e bem próximo dela. Parou e ao virar-se para trás, surpreendeu-se com o que via. Um jovem rapaz vestido por uma camisola branca, parecida com as usadas em hospitais, estava caído com o rosto virado para o chão. Automaticamente apressou-se em ajudar o garoto que não se levantava. Balançou levemente o ombro dele para chama-lo, mas ele não respondeu. Percebendo que ele parecia inconsciente, virou o corpo para cima e reparou ligeiramente nele. Seu rosto era branco com características serenas, os cabelos loiros levemente longos estavam bagunçados e remetera a jovem uma imagem angelical. Encontrou no braço dele uma pulseira de identificação e nela estava escrita a palavra ‘Simevollus’ seguida de ‘Nº 1017’. Chamou-o novamente, todavia sem resposta e levantou-se para procurar ajuda de alguma pessoa próxima daquele lugar, mas ao dar o primeiro passo, sente um brusco aperto em volta da garganta. No momento seguinte, com um empurrão, bate a cabeça contra a parede de um muro. Arregalou os olhos e sentiu o gelo subir-lhe a espinha, enquanto o espanto nublava todas as suas ideias.

Descrição: Segurando a garganta dela e pressionando-a contra o muro estava o jovem que tentara socorrer, porem em nada se via tal aspecto anterior, apenas um ser que exalava fúria e morte. Os olhos dele eram vermelhos como sangue e as pupilas em formato de fendas. No final do braço caído na lateral do corpo, estendiam-se mãos de aparência deformada e monstruosa, devido ao que pareciam ser grossas e inchadas veias sob a pele, e dos dedos, unhas de quase um palmo de comprimento finas como lâminas. A mão que segurava seu pescoço era idêntica.

- Simevollus (Fala): O que é você? – ele perguntou com uma expressão assassina no rosto.

- Brianna (Pensamento): O que é isso? Ele é um invasor? Só pode ser isso, a roupa, a pulseira, os olhos... O que eu faço?

- Simevollus (Fala): O que é você? – cobrou.

- Brianna (Fala): S-sou... humana... – balbuciou.

- Simevollu (Fala): Não é. Me responda, o que é você? – tornou a repetir, ameaçando levar a outra mão até o pescoço dela.

- Brianna (Pensamento): Eu devo combate-lo! Eu sou um Soldado! Eu não vou morrer!

- Brianna (Fala): EU SOU HUMANA! – gritou de olhos fechados.

Descrição: Um grupo de garotas que passavam no local, escutam o grito de Brianna e se prontificam imediatamente.

- Pessoa 1 (Fala): Ei cara, solta a garota... – uma delas intimida, porem ao notar as terríveis mãos deformadas se apavora completamente - O QUE É ISSO?

- Pessoa 2 (Fala): É um monstro, um ‘invasor’! SOCORRO, ALGUÉM NOS AJUDE... – grita.

Descrição: Como um vulto, o Simevollu solta Brianna e corre, sumindo da visão das mulheres. A jovem abre os olhos ainda petrificada, sem compreender o que havia acontecido. Ao olhar para o lado e ver as garotas correndo e gritando, se convence de que não era apenas sua imaginação. Após alguns segundos parada e sem reação, começa a correr em disparada para casa.





Oii galerinha!
Tenho esse projeto em mente há mais ou menos 2 anos, e primeiramente pensei em escrever um livro. Porém como AMO mangás e essa história tem muitas reviravoltas e sequências de ação, acredito que ficaria muito melhor na segunda opção.

But...
PROCURO UM DESENHISTA! É, meus conceitos de desenhos ainda são básicos, comecei a treinar recentemente então gostaria muito de um parceiro(a) disposto a um compromisso sério, para continuar com esse trabalho. Como ainda não sou 'ryca' não tenho como pagar nem nada do tipo, mas pensei em futuramente procurar uma editora, tocar esse projeto como algo mais profissional, ou sei lá (?), talvez esteja sonhando demais...
Como já faz um tempinho que venho desenvolvendo, tenho grande parte dos fatos já encaminhados, tenho em mente como será o andamento da história e onde quero chegar... Pelo que imaginei até agora, dividiria-se em 2 ou 3 segmentos (partes/temporadas).


Comente o que você achou, aceito criticas e sugestões.

Ver perfil do usuário

Fujiko

Avaliadores
Avaliadores

avatar
nossa,vc faz roteiros muito bem,dá pra entender toda a historia, parabéns.


__________________________________________________________________________________________________
Ver perfil do usuário

Raku Ichijou

Usuário Nível 7
Usuário Nível 7

avatar
Hum.. Terei que avaliar este roteiro daqui uns 3 dias, estou em mudança e agora estou em um lugar com wi - fi, depois eu leio e dou a nota, desculpe. ( Ou o Dante avalia '-' )


__________________________________________________________________________________________________
Dragon´s Chi[/b]
Warriers
[i][b]Summer Adventures ( Em Breve )
Ver perfil do usuário

Tiago.clock

Usuário Nível 3
Usuário Nível 3

avatar
Você escreve muito good. xD Achei interessante a ideia, queria ver o desenvolvimento, quem sabe tu poste mais capítulos. xD

Ver perfil do usuário

Pedro La Ruína

Usuário Nível 2
Usuário Nível 2

avatar
Esse roteiro me parece familiar Diandra... Vc não está copiando o Aldabertão. D do DPzine? Por acaso está mocinha? Hã? Está? xD
Gosto muito desse roteiro seu, com certeza você deve encontrar um desenhista para essa história. Estou esperando o próximo cap.

Ver perfil do usuário

A. Diandra

Usuário Nível 1
Usuário Nível 1

avatar
nossa,vc faz roteiros muito bem,dá pra entender toda a historia, parabéns.

Muito obrigado Fujiko! ;D


Raku Ichijou escreveu:Hum.. Terei que avaliar este roteiro daqui uns 3 dias, estou em mudança e agora estou em um lugar com wi - fi, depois eu leio e dou a nota, desculpe. ( Ou o Dante avalia '-' )

Sem problemas XD. Aguardo um feedback então!


Você escreve muito good. xD Achei interessante a ideia, queria ver o desenvolvimento, quem sabe tu poste mais capítulos. xD

Obrigado pelo elogio... E com certeza postarei mais capítulos, no máximo até semana que vem o capítulo 2 estará aqui!


Esse roteiro me parece familiar Diandra... Vc não está copiando o Aldabertão. D do DPzine? Por acaso está mocinha? Hã? Está? xD
Gosto muito desse roteiro seu, com certeza você deve encontrar um desenhista para essa história. Estou esperando o próximo cap.

Uhm? Ahm? Ein? kkkkkkkkkkkkkk
Puts, Aldabertão ninguém merece né, nem um homem merece um nome desses... zua
Obrigado Pedrão pelo elogio, espero mesmo encontrar um desenhista, mas só de saber que há pessoas que estão gostando e acompanhando, me deixa muito feliz. O capítulo 2 já estava pronto, entretanto, decidi fazer uma boa alteração pra que fique melhor... Logo logo eu posto ele. ;P

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum